Ouça uma playlist de 17 sons essenciais do Grant Hart

Photo of Ouça uma playlist de 17 sons essenciais do Grant Hart
Facebook
VKontakte
share_fav

É engraçado como os números mentem. Estavámos fazendo essa playlist e olhando os poucos milhares de visualizações, chocados: essa foi uma das maiores bandas de punk rock de todos os tempos. Sem o Hüsker Dü não existiria Nirvana, Pixies, Green Day, o emo. No meio da era Reagan, quando o hardcore só falava de bomba nuclear, retomaram a ideia de que "o pessoal é político". Elevaram o nível com o "Zen Arcade", fundaram involuntariamente o rock alternativo com os dois discos lançados pela Warner. Numa das cenas mais machistas de todo o punk, o HC dos EUA nos anos 80, 2/3 da banda não era hétero. E ainda tinha o que chamavam de "fator Roupa Nova": o baterista cantava. E cantava pra caralho.

Grant Hart foi responsável por alguns dos momentos mais doces e desesperados da banda, os mais 60s, enquanto ao mesmo tempo era um obcecado pelo lado obscuro da cultura norte-americana, como se pode ver no seu trabalho solo - sua primeira banda pós-Hüsker Dü, Nova Mob, era uma referência direta a William Burroughs, por exemplo. É muito triste saber que ele partiu tão cedo. Fiz essa playlist pros fãs, e sei que tem mais coisa legal, mas já dá aquele gosto sentido de saudades. Que a terra lhe seja leve.

Via Amauri Gonzo.

ver Vice Brasil
#spotify
#playlist
#husker du
#rip
#grant hart