Apple junta-se a grupo de empresas como última tentativa para adquirir divisão de chips da Toshiba

Photo of Apple junta-se a grupo de empresas como última tentativa para adquirir divisão de chips da Toshiba
Facebook
VKontakte
share_fav
Toshiba

Talvez você não se lembre, considerando já se vão quase três meses desde a última (e única) vez em que falamos sobre esta possibilidade e, desde então, a operação tem prosseguido sem causar barulho — o fato é que a Toshiba está vendendo a sua divisão fabricante de chips e a Apple está interessada nela.

Em junho relatamos que a Maçã teria, inicialmente, oferecido US$27 bilhões à gigante japonesa pelo negócio, mas com a entrada da Foxconn — também interessada — na jogada, as parceiras de longa data teriam se unido para adquirirem juntas a divisão da Toshiba, disputando, possivelmente, com a Amazon.

Agora, a coisa mudou totalmente de figura: de acordo com a Reuters, o negócio com a Foxconn não foi para a frente e a oferta mais recente — da Western Digital, que ofereceu US$17,4 bilhões pelo negócio — está enfraquecida pelo fato de que a empresa está processando a Toshiba justamente pela decisão de vender a divisão. A WD, que é parceira da japonesa, afirma que a venda viola um acordo entre as duas empresas e busca o cumprimento de uma cláusula que, teoricamente, obrigaria a Toshiba a vender a divisão necessariamente para ela.

Com o prospecto desta disputa totalmente indefinido, a Apple está de volta à jogada, mas com um grupo totalmente diferente. A firma de investimento Bain & Company está capitaneando um grupo que inclui a Maçã e outras empresas, como a sul-coreana SK Hynix, que tentará uma investida final para arrematar a divisão de chips da Toshiba oferecendo US$18,2 bilhões à japonesa.

O acordo proposto pelo grupo inclui uma cláusula em que a própria Toshiba permaneceria como dona de parte da divisão, o que solucionaria o impasse com a WD. Dentro da quantia oferecida pelas empresas, a Apple parece estar disposta a arcar com mais de 20% do valor e, portanto, caso o negócio seja concretizado, será detentora desta porcentagem do negócio — e, potencialmente, expandirá significativamente a produção de módulos de memória para seus iGadgets.

A Apple ainda não comentou a notícia, mas ficaremos ligados para quaisquer desdobramentos que possam surgir.

via 9to5Mac

ver Mac Magazine
#compra
#negócio
#divisão
#chips
#toshiba
#bain company
#sk hynix
#nand