Procuradores pedem ajuda de ministros para conter Gilmar Mendes

Facebook
VKontakte
share_fav

Categoria:

Justiça
Em carta, procuradores afirmam que corrupção da Lava Jato foi consequência da relação promíscua de agentes públicos com empresários, mas que não se espera isso de um juiz. Associação cobra: "O exemplo e o silêncio dos demais Ministros e da Corte não são mais suficientes"

Foto: Elza Fiúza/ Agência Brasil
Jornal GGN - Procuradores da República pediram ao Supremo Tribunal Federal (STF), por uma carta pública, que contenha e corrija o ministro Gilmar Mendes. "Excelentíssimos Ministros, não é de hoje que causa perplexidade ao país a desenvoltura com que o Ministro Gilmar Mendes se envolve no debate público, dos mais diversos temas, fora dos autos, fugindo, assim, do papel e do cuidado que se espera de um Juiz, ainda que da Corte Suprema", afirmou a Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR).
Na carta, os procuradores tentam a cautela de enviar as críticas aos demais ministros e colegas de Gilmar: "Salta aos olhos que, em grau e assertividade, e em quantidade de comentários, Sua Excelência se destaca e destoa por completo do comportamento público de qualquer de seus pares", informou a associação, comparando que outros juízes e procuradores de instâncias inferiores já foram alvos de processos administrativos por declarações "não raro bem menos assertivas do que as expostas com habitualidade" por Gilmar.
Ao seguir elencando o que consideram exacerbado nas posturas do ministro, os procuradores afirmam que agora uma das "predileções" de Gilmar Mendes é a de "atacar de forma desabrida e sem base instituições e a membros do Poder Judiciário e do Ministério Público, do Procurador-Geral da República a Juízes e Procuradores de todas as instâncias", o que passaria de todos os limites.

leia mais

ver Blog do Luis Nassif
#luis nassif online
#ministro
#supremo
#gilmar
#corte
#mendes