A imortalidade é um monstro criado pela Ciência e Publicidade em "Proyecto Lázaro", por Wilson Ferreira

Photo of A imortalidade é um monstro criado pela Ciência e Publicidade em "Proyecto Lázaro", por Wilson Ferreira
Facebook
VKontakte
share_fav

Categoria:

Cinema

por Wilson Ferreira

Se Jesus ressuscitou Lázaro não para esse mundo, mas para a vida eterna, a Ciência promete realizar esse milagre literalmente – clonagem, bioengenharia e implantes biônicos ressuscitando humanos em estado criogênico. No filme “Proyecto Lázaro” (2016), co-produção Espanha-França dirigida por Mateo Gil, um jovem publicitário no auge do sucesso profissional, financeiro e amoroso, descobre que está com um câncer em estado terminal, sobrando pouco tempo de vida. Opta pela criogenia para ser ressuscitado 60 anos depois em um mundo bem diferente, porém a realização do ideário da atual geração millenials: a religião ou qualquer significado espiritual para a vida e a morte foram substituídos pela Publicidade, marketing e Ciência. Mas o protagonista descobrirá da pior forma possível que o drama da criatura do Dr. Frankenstein (ao qual foi negado o direito de morrer) repete-se agora com ele. E que os velhos cientistas loucos foram substituídos por corporações, acionistas e investidores. Filme sugerido pelo nosso leitor Felipe Resende.

leia mais

ver Blog do Luis Nassif
#luis nassif online
#área do colunista
#cinema europeu
#espiritualidade
#gnosticismo
#sociedade de consumo
#cristo
#tecnognose