Dono de submarino confessa que jornalista sueca morreu a bordo e que jogou o cadáver ao mar

Facebook
VKontakte
share_fav

A jornalista sueca Kim Wall, desaparecida há 10 dias no Mar Báltico quando entrevistava o inventor dinamarquês Peter Madsen em seu submarino de fabricação caseira, morreu num acidente dentro da embarcação e seu cadáver foi jogado ao mar pelo dono, segundo ele mesmo confessou à Justiça. Foi o que revelou nesta segunda-feira a polícia dinamarquesa, após a retirada parcial do segredo de Justiça pelo tribunal de primeira instância que decretou a prisão preventiva de Madsen, suspeito de homicídio culposo (sem intenção de matar), a pedido dos promotores e da defesa.

ver El País
#copenhague
#acidentes
#armamento
#dinamarca
#defesa
#escandinávia
#naufrágios
#acidentes marítimos
#submarinos
#transporte militar