NieR: Automata, o jogo que salvou a PlatinumGames

Facebook
VKontakte
share_fav

Como estamos do lado de cá da equação, é normal encararmos boa parte dos jogos como apenas mais alguns minutos de diversão e por isso não nos damos conta da importância que eles podem ter para um estúdio. Com tantos títulos sendo lançados semanalmente, tendemos a achar que se um deles não se sair bem comercialmente, a próxima criação daquela equipe poderá fazer com que se redimam, mas nem sempre é assim que a coisa funciona.

Um caso que serve para ilustrar esse cenário é o da PlatinumGames, que depois de uma série de problemas acabou encontrando sua salvação num único título, o NieR: Automata. Quem agradeceu o sucesso alcançado pela criação de Yoko Taro foi Hideki Kamiya, cofundador do estúdio japonês.

O sucesso do Nier deu à Platinum uma nova base de fãs, uma equipe em crescimento, uma brilhante história de sucesso, uma aumento no número de candidatos de qualidades a novas vagas e um enorme benefício. Normalmente, eu não consigo deixar de fazer tudo sozinho… é uma história deprimente, mas dizer que Yoko-san salvou a Platinum não é um exagero. Eu não poderia agradecê-lo suficientemente.

E se olharmos para o histórico recente da PlatinumGames, é fácil entender a gratidão de Kamiya. Pouco antes do NieR: Automata chegar às lojas vimos a Microsoft cancelar o desenvolvimento do Scalebound, título que estava entre os mais aguardados para ao Xbox One/PC. Para piorar, tanto o Star Fox Zero quanto o Teenage Mutant Ninja Turtles: Mutants in Manhattan não foram muito bem recebidos nem pelo público, nem pela crítica. Some a isso a saída do presidente Tatsuya Minami e tudo indicava que a desenvolvedora havia entrado numa espiral descendente.

Com as vendas do NieR: Automata tendo superado as expectativas do pessoal da PlatinumGames (e isso sem ele ter sido lançado para o Xbox One e com a versão para PC sofrendo com alguns problemas), a torcida daqueles que gostam do estúdio ou que simplesmente apreciam bons jogos de ação é para que o futuro da desenvolvedora seja mais tranquilo.

E pensar que mesmo tendo adorado a demo do NieR: Automata, ainda não consegui colocar as mãos na versão final do jogo. Quem sabe um dia?

The post NieR: Automata, o jogo que salvou a PlatinumGames appeared first on Meio Bit.

ver Meio Bit
#hideki kamiya
#platinum games
#nier automata