Bastam décimos de segundos para reconhecer seu melhor amigo

Facebook
VKontakte
share_fav

Não importa se você tem muitos ou poucos amigos. Lembra-se de como eles entraram na sua vida? Claro que as formas de fazer amizade são tão variadas quanto as histórias de cada um. Mas é provável que sua trajetória englobe relações que surgiram do nada, como uma fagulha: você foi apresentado a uma pessoa e soube logo de cara, antes mesmo de ela abrir a boca, que se dariam bem. Essas conexões especiais e fulgurantes existem – e a ciência, buscando uma explicação, concluiu que são como enamoramentos. Paixões à primeira vista. Para entender o processo, é preciso partir de uma ideia básica: quase todo mundo gosta de fazer novos amigos. “O ser humano é sociável por natureza e precisa da amizade desde que nasce, passando por todo o processo da vida até o envelhecimento”, explica o psicólogo Juan Cruz, membro da Ordem de Psicólogos de Madri.

ver El País
#emoções
#psicologia
#bem-estar
#estilo vida
#neurociência
#sistema nervoso
#neurologia
#sociologia
#relações humanas