Reforma trabalhista na Espanha: como recuperar os salários após cinco anos de queda

Facebook
VKontakte
share_fav

O Governo da Espanha, cuja reforma trabalhista serviu de inspiração para o presidente Michel Temer, mudou radicalmente de discurso. Depois de cinco anos de austeridade, o Governo do Partido Popular – centro-direita – envia agora uma mensagem aos empresários: os salários dos trabalhadores precisam ser melhorados e o aumento, ainda em 2017 – que os sindicatos patronais e de trabalhadores não conseguem pactuar –, deve permitir que as famílias recuperem seu poder aquisitivo. “Chegou a hora de os salários acompanharem a recuperação do emprego”, disse dias atrás a ministra do Emprego da Espanha, Fátima Báñez. O Governo busca, agora, corrigir a situação criada por ele mesmo ao aprovar cinco anos atrás uma polêmica reforma trabalhista, bastante contestada pelos sindicatos de trabalhadores e pelos partidos de esquerda.

ver El País
#sindicalismo
#relações trabalhistas
#condições trabalho
#patronal
#precariedade trabalhista
#sindicatos
#organizações empresariais