As incógnitas do golpe turco

Facebook
VKontakte
share_fav

Quem dirigiu o golpe?

O centro de operações dos golpistas se estabeleceu na base de Akinci, pertencente às Forças Aéreas e situada nos arredores da capital turca, Ancara. Para o Governo islâmico, quem supervisionou a sublevação foi Fethüllah Gülen, um clérigo exilado nos EUA que dirige uma vasta e secreta rede de seguidores que durante décadas se infiltraram na Administração. Até 2013 foi aliado do presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, mas desde então são inimigos mortais. A oposição turca também acha que os gülenistas tiveram um papel indiscutível no levante militar, mas também acha que outras fações estiveram envolvidas. O partido socialdemocrata CHP afirma em um relatório que se tratou de “um golpe sob controle”: o Governo sabia sobre ele, mas deixou que acontecesse para aproveitá-lo politicamente.

ver El País
#ásia
#oriente médio
#balcãs
#recep tayyip erdogan
#akp
#golpes estado
#partidos islamistas
#fethullah gülen
#chp
#golpe estado turquia
#levantamentos militares