Karim: “Tornei-me radical porque não aceitava minha homossexualidade”

Photo of Karim: “Tornei-me radical porque não aceitava minha homossexualidade”
Facebook
VKontakte
share_fav

“Estava convencido de que todos iriam para o inferno porque via que ninguém praticava bem o Islã”, diz. “Mas era só um conflito que tinha comigo mesmo. Não aceitava minha homossexualidade, sentia que estava cometendo um crime”, diz num café da Plaza de Chueca, em Madri, enfeitada para as comemorações do Orgulho gay.

ver El País
#ativismo lgtb
#lgtbi
#direitos civis
#ativismo
#grupos sociais
#discriminação
#orgulho gay