PornHub é o primeiro site adulto a abraçar a teledildônica

Facebook
VKontakte
share_fav

A Internet das Coisas, quando bem utilizada pode prover soluções sérias para consumidores que precisam de informações realmente pertinentes, e temos exemplos dados por grandes companhias como SAP, PTC e Nest e institutos de pesquisa como a EMBRAPA. Um ramo menosprezado por muitos, mas que pode se beneficiar enormemente dos dispositivos inteligentes é a teledildônica, o ramo (sério) do conhecimento humano que estuda tecnologias para promover o sexo remoto.

Os primeiros estudos são bem antigos, surgiram quase que ao mesmo tempo que a internet nos anos 1970 e se popularizaram junto com ela visto o desejo das pessoas de conectarem seus vibradores, Fleshlights e outros brinquedinhos através da rede e se divertirem a dois (ou mais, a gosto do freguês) à distância. Embora seja um campo sério, com estudos feitos por gente competente e os resultados podem ser aplicados em outras áreas, por via de regra a teledildônica é mal vista e considerada uma ciência menor, o que é bem injusto.

Sobra para a indústria pr0n promover a tecnologia, sendo que esta já não tem um pingo de vergonha desde o início. Tirando alguns espertões no meio que não fazem um trabalho decente, sites e portais estão sempre investindo nessa área para atender seu público e o PornHub é um dos que mais promove o ramo. Além da iniciativa de conteúdo em RV no seu portal de entretenimento, tendo sido um dos primeiros a abraçar a tecnologia e que hoje conta com meio milhão de visualizações por dia, a empresa lançou em 2015 um curioso vibrador em forma de bunda (NSFW) que funcionava conectado a seu dispositivo iOS ou Android, permitindo controle fino como intensidade dos movimentos, aquecimento e outras coisas.

Isso sem contar iniciativas como pr0n com audiodescrição para cegos e um joguinho para associar sexo à malhação. A novidade agora é promover a teledildônica de fato, com um portal “interativo” para conectar seus vídeos com os acessórios do espectador.

O conteúdo da categoria é customizado para alguns dispositivos, além de preparados para HMDs de Realidade Virtual (leia-se vídeos em PoV) eles se comunicam com por enquanto apenas dois acessórios: o Fleshlight Launch e o Kiroo Onyx, ambos masculinos e para isso basta o usuário baixar o app Feel Connect (iOS ou Android) e sincroniza-los. O futuro Kiroo Pearl 2 será o primeiro voltado às mulheres e o site promete para breve compatibilidade com dispositivos femininos como OhMibod, We-Vibe e Lovense Lush. Tudo pela diversão saudável e democrática para seus usuários e usuárias.

O PornHub está bastante empolgado por ser mais uma vez o primeiro a promover uma nova categoria de consumo de pr0n a seus espectadores, e sem querer pode viabilizar toda uma nova gama de brinquedos sexuais conectados que podem se comunicar com conteúdo de terceiros ou entre si via internet, inclusive ajudando a massificar e baratear a tecnologia. E mais, como produtos do tipo precisam de uma qualidade na comunicação para manter o ritmo da brincadeira, tais melhorias podem e serão implementadas em outras áreas. No fim todos saem ganhando.

E mais uma vez o pr0n vai empurrando o desenvolvimento adiante.

Fonte: PornHub (NSFW, obviamente).

The post PornHub é o primeiro site adulto a abraçar a teledildônica appeared first on Meio Bit.

ver Meio Bit
#pr0n
#realidade virtual
#vibradores
#pornhub
#vibrador
#teledildônica
#interatividade
#fleshlight