“Papai, por que você não vai trabalhar?”: expurgo na Turquia afeta quase um milhão de pessoas

Photo of “Papai, por que você não vai trabalhar?”: expurgo na Turquia afeta quase um milhão de pessoas
Facebook
VKontakte
share_fav

Ninguém deu nenhuma explicação ao cartógrafo Yildirimci, nem aos mais de 130.000 funcionários demitidos ou suspensos do trabalho desde que o expurgo começou após o golpe de Estado fracassado no verão passado. Trata-se de uma decisão administrativa contra a qual também se proibiu qualquer recurso judicial, de acordo com um recente decreto-lei aprovado pelo Governo islâmico do Partido da Justiça e do Desenvolvimento (AKP), que impede também que recorram ao Tribunal Europeu dos Direitos Humanos. “Isso vai contra a Constituição, as leis do estado de emergência e todos os acordos internacionais assinados pela Turquia”, denuncia o sindicalista Sinan Ok, ex-funcionário do Escritório Nacional de Emprego, de onde também foi demitido: “Não é uma sanção legal. É uma punição coletiva”.

ver El País
#ásia
#oriente médio
#sindicalismo
#relações trabalhistas
#balcãs
#função pública
#funcionários públicos
#recep tayyip erdogan
#akp
#golpes estado
#partidos islamistas
#fethullah gülen
#golpe estado turquia
#levantamentos militares
#sindicatos