Pelé poupa Seleção e Tite de críticas após derrota no clássico

Facebook
VKontakte
share_fav

Além da Seleção Brasileira, Pelé foi outro grande destaque do clássico da equipe do técnico Tite contra a Argentina na manhã desta sexta-feira. Em partida transmitida pela CBF, o melhor jogador de todos os tempos foi convidado para atuar como comentarista e, ao final do jogo, poupou o time e o treinador das críticas.

Pelé ao lado de Denilson se preparando para transmissão no estúdio da CBF, na zona oeste do Rio de Janeiro (Foto: Divulgação/CBF)

Mesmo com o revés sofrido para a Argentina por 1 a 0, a Seleção Brasileira criou boas chances e só não saiu de campo com a vitória porque pecou nas finalizações. Para Pelé, o fato do time ter ido a campo com sete desfalques – Alisson, Miranda, Marquinhos, Daniel Alves, Marcelo, Casemiro e Neymar – pesou.

“É claro que não existe justiça no futebol, no jogo acontece o que tem que acontecer, mas acredito que seria mais justo um empate. O Brasil teve muitos desfalques, mas o Tite montou um time que jogou de igual para igual com a Argentina. Ganhar e perder faz parte do futebol”, disse Pelé.

Optando por transmitir os amistosos da Seleção Brasileira na Austrália, a CBF contou com uma equipe composta, além de Pelé, por Denílson e o narrador Nivaldo Prieto. Na próxima terça-feira, às 7h05 (de Brasília), contra a Austrália, a entidade que regula o futebol brasileiro exibirá a partida nos mesmos moldes e com a mesma equipe desta terça.

O post Pelé poupa Seleção e Tite de críticas após perder para a Argentina apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

ver Gazeta Esportiva - Futebol internacional
#pelé