Prepare-se para cada vez mais conteúdo em vídeo no Apple Music; nova série de P. Diddy estreará em junho

Photo of Prepare-se para cada vez mais conteúdo em vídeo no Apple Music; nova série de P. Diddy estreará em junho
Facebook
VKontakte
share_fav
Jimmy Iovine

O responsável pelo Apple Music, Jimmy Iovine, está constantemente aparecendo em entrevistas falando sobre sua relação executiva com a Maçã e com artistas com quem trabalha e fecha parcerias. Desta vez, em uma conversa com a Bloomberg, Iovine contou um pouco mais sobre o seu trabalho na Apple e as investidas da empresa em mais conteúdos em vídeo.

Jimmy Iovine

Se já existia na Apple alguma intenção de lançar um serviço de streaming que disponibilizasse tanto música quanto vídeo, ainda não se sabe; entretanto, por mais que achemos estranho o rumo que o Apple Music tem tomado (música no nome, mas com cada vez mais séries/documentários em vídeo), Iovine pode ter influenciado bastante. Isso porque, antes de a Beats ser comprada pela Maçã, o produtor foi até a Netflix, mas o COO da empresa, Ted Sarandos, acreditou que não estava “preparada para música”. Ainda assim, Iovine parece não ter desistido dessa junção e encontrou na Apple um lugar propício.

Um serviço de música precisa ser mais do que um monte de músicas e algumas playlists. Eu estou tentando ajudar o Apple Music a ser um movimento geral na cultura popular, com tudo, desde bandas independentes a conteúdos em vídeo. Temos muitos planos.

Iovine fez questão de demonstrar que existe liberdade em trabalhar na Apple. Ele cita que podem fazer “um programa, três programas, ver o que funcionou e o que não funcionou até que achem que está bom”. Assim, ele mostra que não há pressa em criar algo bom e que ele mesmo não sabe fazer as coisas rapidamente: “Nós vamos crescer devagar, não importa como.”

Um de seus planos inclui um investimento maior em marketing — diferente do seu rival Spotify, que criou conteúdo em vídeo mas pouco fez para divulgá-lo. Iovine disse que eles farão o marketing “como um programa de TV; vocês saberão quando lançarmos”. Por isso, é esperado que no iOS 11, que será revelado este ano, nós vejamos uma “nova versão” do Apple Music, com um foco grande em vídeo — ou, como muitos sugerem, um aplicativo à parte para isso.

Em relação aos diversos planos, Iovine disse que, por enquanto, está focado em criar vídeos relacionados ao mundo da música, mas também já estaria em contato com outras pessoas do ramo de vídeo, incluindo o diretor J.J. Abrams.

Mesmo antes de a Apple ter efetivamente decidido criar conteúdos em vídeo, Iovine teria demonstrado interesse em trabalhar junto ao produtor de “Carpool Karaoke”, Ben Winston. Quando os vídeos do programa fizeram sucesso no YouTube, Winston entrou em contato com Iovine a fim de fazerem um spinoff.

Se eu chamar o LeBron James e listar cinco redes ou canais a cabo ou até mesmo diferentes plataformas online, não sei se ele concordaria em sentar em um carro. Se você disser que está fazendo um novo programa para a Apple, as pessoas ficam animadas.

Ben Winston.

Realmente, somente o nome “Apple” pode fazer com que muitos já se interessem. E parece que vários produtores de conteúdo já estão atentos a isso, pois, ao que tudo indica, o Apple Music lançará por volta de dez séries originais até o fim do ano. Como prova disso, mais uma foi anunciada hoje:

Esta é a nossa história e o que aconteceu quando nos reunimos pela primeira vez em duas décadas! #CantStopWontStop exclusivamente no @AppleMusic

Segundo a Billboard, o documentário de Sean John Combs (conhecido por vários nomes, inclusive P. Diddy), “Can’t Stop, Won’t Stop: A Bad Boy Story” mostrará o crescimento de Combs e da sua gravadora, a Bad Boy Records, nos anos 1990, e os shows da turnê de aniversário de 20 anos da gravadora em 2016. O documentário estreará exclusivamente no Apple Music, em 25 de junho.

Com toda certeza, veremos novidades ótimas pintando pelo serviço de streaming da Maçã. Caso você ainda não o tenha, pode experimentá-lo gratuitamente por três meses e assiná-lo por US$5 ao mês (plano individual) ou US$8 ao mês (plano familiar) — se for estudante, tem 50% de desconto e paga apenas US$2,50 ao mês.

[via MacRumors: 1, 2]

ver Mac Magazine
#lançamento
#marketing
#documentário
#apple music
#streaming
#musical
#músicas
#bloomberg
#jimmy iovine
#documentários
#puff daddy