Granola: mil jeitos de consumir, muito além do café da manhã

Photo of Granola: mil jeitos de consumir, muito além do café da manhã
Facebook
VKontakte
share_fav

Se tem um alimento que não pode faltar no seu cardápio diário, o nome dele é granola.

Fonte de fibras, em sua composição a granola inclui cereais (como aveia e flocos de milho), sementes (chia, por exemplo) e frutas secas (maçã, coco, uva-passa, entre outras). Também pode trazer oleaginosas (castanhas e afins), dependendo da versão. A Granola Kellogg’s, por exemplo, conta com três diferentes opções: sabor Baunilha com Uvas Passas; Maçã; e Cacau. As duas últimas, além dos cereais, têm ainda chia.

Nutricionalmente falando, esse alimento é um parceiro mais que do bem. Diversos estudos já comprovaram que as fibras são imprescindíveis para o bom funcionamento do intestino, o controle do colesterol e da glicemia e também respondem pela sensação de saciedade, minimizando a fome no intervalo das refeições*.

Se as informações nutricionais já convenceram você sobre a importância da granola no menu diário, agora vem o argumento arrebatador: ela é muito prática e versátil e pode ser consumida de diferentes formas. Listamos algumas maneiras para inspirar seu cardápio.

Em bolos, muffins e cupcakes. Os assados ficam ainda mais saborosos – e cheirosos! – quando ganham uma porção de granola. O mix de cereais e frutas secas pode ser misturado à massa (tradicional, à base de chocolate, baunilha ou laranja, por exemplo) ou salpicado como cobertura.

Incrementando o lanche. Experimente rechear o sanduíche com salada (tomate, alface, cenoura e agrião), frios (queijo e presunto), algum creme (cream cheese ou maionese) e, por cima de tudo, acrescentar um punhado de granola. A crocância dos cereais vai ser notada a cada mordida no sanduíche.

Com frutas frescas. Pique diferentes frutas (banana, morango, kiwi, pera, manga) e arremate a mistura com uma porção de granola. Compotas (de figo, maçã, abacaxi, goiaba ou pêssego) também ficam ótimas com o mix de cereais, que ainda pode ser usado para rechear frutas (maçã ou pera) antes de serem assadas­ – nesse caso, não esqueça a canela por cima. Ah! Salada de fruta e granola também resultam em casamento perfeito!

Na hora da vitamina, suco ou smoothie. Aqui, recomenda-se bater um pouco o mix de cereais no liquidificador, junto com os demais ingredientes, em vez de só acrescentá-lo ao líquido. Ficará mais sutil, quase em farelos, mas vai contribuir igualmente na composição da bebida nutritiva.

Para empanar docinhos e frutas. É uma outra opção que pede o uso de um processador, para que os grãos fiquem menores e perfeitos para cobrir versões saudáveis de docinhos (como brigadeiro à base de batata-doce) ou incrementar as frutas. Dica: corte banana em pedaços, envolva-os na granola triturada e congele-os. Fica muito gostoso!

Na sobremesa especial. Também faz bonito no final de uma refeição. É só incluir a granola como cobertura para o sorvete pós-almoço ou, então, utilizá-la no preparo de parfait, doce de origem francesa que alterna camadas de creme (à base de baunilha ou iogurte), granola e frutas picadinhas.

Em pratos salgados. Você pode usar a mistura de cereais salpicada sobre salada de folhas, garantindo um toque agridoce e crocância. Outra opção é adicioná-la em sopas ou creme de verduras. Nesse caso, opte por versões de granola sem frutas ou açúcar na composição.

*BERNAUD, Fernanda Sarmento Rolla; RODRIGUES, Ticiana C. Fibra alimentar: ingestão adequada e efeitos sobre a saúde do metabolismo. Arq Bras Endocrinol Metab [online]. 2013, vol.57, n.6, pp.397-405. ISSN 1677-9487. http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302013000600001

ver M de Mulher
#café da manhã
#gastronomia
#granola
#fibras