Vídeo da Lava Jato contra Genoino dura 3 minutos e não cita caixa 2 nem propina

Facebook
VKontakte
share_fav

Categoria:

Justiça
Cíntia Alves

Jornal GGN - Com base em uma delação que, gravada em vídeo, durou 3 minutos e 35 segundos, a Procuradoria Geral da República, comandada por Rodrigo Janot, pediu a abertura de um inquérito contra José Genoíno.

A petição 6698 sinaliza que o petista aceitou doação eleitoral da Odebrecht, em 2010, no valor de R$ 30 mil e, além disso, teria recebido mais R$ 15 mil das mãos de Alexandrino Alencar, como parte de uma ação "piedosa" do delator e do "próprio Emílio Odebrecht", que ficaram sensibilizados com a situação de Genoino após o Mensalão. Nos dois casos, porém, delatores negaram "contrapartidas".

Ao delator Carlos Armando Paschoal - que aparece no vídeo acima contando a história da doação eleitoral feita em duas parcelas de R$ 15 mil - os procuradores da Lava Jato simplesmente esqueceram de pedir para especificar se os pagamentos foram feitos via caixa 2, e se Genoino estaria ciente disso.

Pachoal contou que conheceu Genoino na sala de Alexandrino Alencar, em uma reunião em que teria acertado o valor da doação eleitoral.

leia mais

ver Blog do Luis Nassif
#luis nassif online
#cíntia alves
#alexandrino alencar
#janot
#josé genoino
#pgr