“Podemos oferecer a opção de ter um filho alto ou dois filhos de tamanho médio”

Photo of “Podemos oferecer a opção de ter um filho alto ou dois filhos de tamanho médio”
Facebook
VKontakte
share_fav

O filósofo Matthew Liao, de 45 anos, costuma iniciar suas palestras com uma frase chocante: “Sou absolutamente contra qualquer forma de coação, como as que os nazistas perpetraram no passado”. E Liao precisa esclarecer isso porque muitas das ideias que coloca sobre a mesa são absolutamente originais e polêmicas. Nascido em Taiwan e emigrado quando criança para os Estados Unidos, ele propõe a “engenharia humana”: a modificação biomédica das pessoas para lutar contra a mudança climática. Sugere, por exemplo, reduzir a estatura dos futuros cidadãos. Para isso, bastaria recorrer a um diagnóstico genético pré-implantacional, já empregado nas clínicas de fertilidade para detectar embriões com doenças genéticas. Os pais fariam isso voluntariamente. Reduzir em 15 centímetros a estatura média dos norte-americanos significaria uma redução de mais de 15% na energia necessária para viver, relata Liao em The Next Step: Exponential Life (O Próximo Passo: Vida Exponencial”), um novo livro da iniciativa OpenMind, do BBVA, que analisa as implicações da atual revolução tecnológica. Liao não é um charlatão. Trata-se do diretor do Centro da Bioética da Universidade de Nova York, a instituição com o departamento de Filosofia mais bem avaliado do mundo. Seu trabalho, sustenta, é “pensar com originalidade”. O tempo dirá se é um visionário ou só um autor involuntário de ficção científica.

ver El País
#filosofia
#biologia
#crispr
#bioética
#engenharia genética
#bioingeniería