Relatório anual de responsabilidade com fornecedores da Apple mostra progressos em diversas áreas

Photo of Relatório anual de responsabilidade com fornecedores da Apple mostra progressos em diversas áreas
Facebook
VKontakte
share_fav
Funcionária em fornecedora da Apple, 2017

Já há algum tempo, a Apple tem um hábito anual de liberar um relatório de responsabilidade e relações com seus fornecedores, para destacar principalmente progressos nas áreas trabalhistas e ambientais. Neste ano, é claro, não poderia ser diferente; por isso, a Maçã atualizou hoje sua página referente ao assunto com as mais recentes estatísticas e destaques acerca do tema.

Funcionária em fornecedora da Apple, 2017

No novo texto publicado na página, a Apple diz:

Nossos fornecedores empregam milhões de pessoas ao redor do mundo. As decisões que tomamos podem ter um grande impacto nas suas vidas e nas suas comunidades. Nós temos uma grande responsabilidade em proteger os direitos de todos aqueles na nossa cadeia de fornecimento e fazer de tudo para que possamos preservar o frágil meio-ambiente do nosso planeta. É por isso que nos preocupamos com cada detalhe de como construímos nossos produtos; é por isso que investimos em educação e treinamento para promover oportunidades e ferramentas que ajudem os empregados dos nossos fornecedores hoje e no futuro.

No relatório, a Apple dá um grande destaque aos progressos nas relações trabalhistas das suas fornecedoras com o seu corpo de funcionários — o que é no mínimo compreensível, considerando que boa parte da cadeia de fornecimento da Maçã vem da Ásia, onde os problemas de superexploração e até mesmo trabalho análogo ao escravo são comuns. Por isso, é bom notar que o respeito nas fornecedoras ao limite de 60 horas de trabalho por semana cresceu ao máximo índice da história da Maçã, com 98% dos empregados dentro deste limite.

Indo para a área ambiental, a Apple também anunciou que conseguiu triplicar o número de fornecedoras dentro do seu programa de eficiência energética, reduzindo em cerca de 150.000 toneladas as suas emissões anuais de carbono; em bom português, isto é o equivalente a tirar 31.000 carros das ruas num ano. Impressionante, bem como o dado de que a Maçã conseguiu economizar mais de 14 bilhões de litros de água com o programa Clean Water.

Por fim, Tim Cook e sua turma destacam o continuado compromisso de reduzir conflitos por minerais em terras africanas. Pelo segundo ano seguido, o fornecimento de estanho, tungstênio, tântalo e ouro da Apple vem de parceiros envolvidos em auditorias independentes, responsáveis por manter relações apenas com refinarias livres de conflito e sem exploração dos trabalhadores. E, pela primeira vez em 2017, o cobalto também entrou nesta lista de metais “limpos” obtidos pela Maçã.

Outros destaques do bom ano da Apple com os seus fornecedores podem ser vistos no novo PDF publicado hoje, que também traz uma série de análises aprofundadas acerca do tema.

[via 9to5Mac]

ver Mac Magazine
#ásia
#água
#carbono
#fornecedores
#relação
#emissão
#trabalhista
#ambiental
#mineral