Esquerda francesa chega dividida à campanha eleitoral e se afasta do poder

Facebook
VKontakte
share_fav

A esquerda francesa, com um longo histórico de brigas internas nas costas, chega dividida à campanha para a eleição presidencial de 23 de abril. A divisão ficou evidente neste fim de semana em Paris. No sábado, com uma manifestação multitudinária de Jean-Luc Mélenchon, um candidato em sintonia com movimentos da esquerda mais radical. E no domingo, com um comício do socialista Benoît Hamon. Segundo as pesquisas, Hamon e Mélenchon não chegarão ao segundo turno, em 7 de maio.

ver El País
#europa ocidental
#psoe
#ps francia
#benoît hamon
#izquierda socialista
#jean-luc mélenchon