Rússia declara Apple culpada em investigação sobre fixação de preços de iPhones no país

Photo of Rússia declara Apple culpada em investigação sobre fixação de preços de iPhones no país
Facebook
VKontakte
share_fav
iPhone 5c com a bandeira da Rússia

Problemas para a Apple no maior país do mundo. Segundo o Financial Times [matéria fechada para assinantes], o governo da Rússia — através do seu Serviço Federal Anti-monopólio — declarou a Maçã culpada num caso de fixação de preços de iPhones no território do país, numa investigação que já se estendia há sete meses.

iPhone 5c com a bandeira da Rússia

De acordo com a agência, a subsidiária da Apple na Rússia instruiu ativamente (e ilegalmente) 16 revendedores no país a estabelecer preços específicos para determinados modelos do iPhone (5s, 5c, 6, 6 Plus, 6s e 6s Plus), constituindo crime de fixação de preços. Se algum deles vendesse algum dos aparelhos por um valor “inadequado”, a empresa contatava a loja ameaçando cancelar o contrato de revenda caso o preço não voltasse ao “combinado”.

Quando acusada anteriormente do crime, a Apple tinha negado terminantemente as ações, mas agora os órgãos reguladores russos parecem ter juntado provas o suficiente para declarar a empresa culpada. Segundo o governo do país, inclusive, a própria Maçã colaborou com as investigações e já extirpou completamente a prática em território russo — tanto é que, aparentemente, os iPhones 7 e 7 Plus não tiveram casos encontrados de preços fixados.

Ainda assim, obviamente Tim Cook e sua turma terão de pagar pelos anos de delitos cometidos pela subsidiária russa da empresa. A Apple terá três meses para recorrer da decisão, mas caso seja declarada culpada em última instância, poderá ser multada em até 15% de toda a sua receita gerada na Rússia durante o exercício da prática — o que muito certamente não será pouco dinheiro.

[via Apple World Today]

ver Mac Magazine
#cartel
#eletrônicos
#culpada
#monopólio
#fixação