Versão 52 do Firefox vem com “revolucionário” suporte a nova tecnologia que permite rodar web apps em velocidade nativa

Photo of Versão 52 do Firefox vem com “revolucionário” suporte a nova tecnologia que permite rodar web apps em velocidade nativa
Facebook
VKontakte
share_fav
Firefox 52 com suporte à tecnologia WebAssembly

A Mozilla anunciou ontem no seu blog oficial uma novidade que pode ser extremamente bem-vinda aos entusiastas de web apps e desenvolvedores de sites. A versão 52 do Firefox traz suporte à WebAssembly, uma tecnologia desenvolvida pela própria empresa que, segundo eles, trará uma “revolução para a internet” ao permitir a implementação de aplicações de desempenho diretamente na janela do navegador.

A WebAssembly permite que aplicações complexas, como jogos, rodem mais rápido que nunca num navegador. Nós esperamos que a tecnologia proporcione o desenvolvimento de aplicativos que historicamente foram considerados muito complexos para rodar em browsers — como jogos imersivos em 3D, desenho assistido por computador (CAD), edição de vídeo e imagem, e visualização científica. Nós também esperamos que desenvolvedores tirem proveito da WebAssembly para acelerar muitos web apps já existentes.

O pessoal da Mozilla compartilhou ainda um vídeo da tecnologia em ação num render de Epic Zen Garden, ferramenta de demonstração da Unreal Engine, e o negócio é realmente impressionante:

Basicamente falando, o que a WebAssembly proporciona é que o browser tire proveito dos recursos do computador com um gargalo muito menor do que o normal, por causa do suporte nativo a linguagens de programação como C e C++. Em outras palavras, basicamente falando, o navegador pode executar tarefas com uma maior velocidade por não ter que interpretar o código e decidir qual a melhor forma de rodá-la no sistema — tudo acontece diretamente, sem um “intermediário”, ao contrário das aplicações em JavaScript que são as mais comuns nos dias de hoje.

O Firefox será o primeiro navegador de amplo uso a adotar o suporte à WebAssembly, mas Apple, Google, Microsoft — que também contribuíram para o seu desenvolvimento — já prometeram a implementação da tecnologia nos seus browsers muito em breve — o que é importantíssimo para que o padrão torne-se amplamente utilizado no futuro. A equipe da Mozilla espera também que, em breve, a tecnologia chegue aos dispositivos móveis. Nós só podemos esperar.

Em tempo, outras novidades do Firefox 52 incluem um detector automático de portais para conexão a redes Wi-Fi (como aqueles de hotéis ou aeroportos) que notifica o usuário sobre a existência dessas barreiras, bem como um novo alerta para campos de credenciais potencialmente inseguros (no caso de páginas não criptografadas com HTTPS). Ele já pode ser baixado para macOS, Windows e Linux nesta página.

[via MacRumors]

ver Mac Magazine
#atualização
#mac
#update
#navegador
#browser
#firefox
#nova versão
#mozilla
#webassembly