Após golpear e quebrar dentes de suposto flagrante, PM diz que não houve abuso

Photo of Após golpear e quebrar dentes de suposto flagrante, PM diz que não houve abuso
Facebook
VKontakte
share_fav

Categoria:

Segurança Pública

Da Agência Brasil

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu em flagrante o policial militar (PM) Paulo César Leal Pereira que, na madrugada do último sábado (25), foi à delegacia registrar um flagrante de drogas. O militar foi preso, segundo nota da Polícia Civil, porque, ao abordar pessoas que estavam em um carro, suspeitando que tivessem consumindo drogas, o PM teria dado uma cotovelada no rosto de um dos ocupantes do veículo, que perdeu três dentes.

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Wolney Dias, obteve, no sábado à noite, no plantão do Tribunal de Justiça, o alvará de soltura em favor do soldado, de 29 anos, lotado no batalhão da Maré. Ele disse, no site da corporação, que a prisão do policial ocorreu de forma irregular. “Ele foi autuado em flagrante por autoridade incompetente, pela prática de lesão corporal e abuso de autoridade”.

O coronel lembrou que todo policial militar que cometer crime no exercício da função, previsto no Código Penal Militar, deve ser autuado por autoridade de Polícia Judiciária Militar e os autos encaminhados à Auditoria de Justiça Militar. “Fato que não ocorreu nesse caso específico e, por esse motivo, houve intervenção do comando da Corporação para que o Judiciário corrigisse flagrante ilegalidade”, informou Dias, em nota.

leia mais

ver Blog do Luis Nassif
#luis nassif online
#segurança pública
#abuso de autoridade
#abuso