Trump anula norma que permitia uso de banheiros de acordo com identidade de gênero

Photo of Trump anula norma que permitia uso de banheiros de acordo com identidade de gênero
Facebook
VKontakte
share_fav

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, revogou na noite da última quarta-feira (22) o direito de estudantes transgêneros utilizarem banheiros de escolas públicas que correspondessem à sua identidade de gênero.

A norma federal foi criada por Barack Obama em maio de 2016 e foi aplaudida pela comunidade LGBT.

Em comunicado, o procurador-geral, Jeff Sessions, afirmou que o governo decidiu suspender a medida porque ela carecia de uma "análise legal suficiente" e alegou que os estados e as escolas públicas têm autonomia e autoridade de tomarem as próprias decisões sem a interferência do governo federal. O departamento de Justiça e Educação acrescentou que vai continuar estudando a legalidade do assunto.

Assim que a decisão foi anunciada, houve protesto em frente à Casa Branca, em Washington. Cerca de 200 americanos manifestaram sua insatisfação com cartazes que ordenavam a volta da norma. "Sem ódio, sem medo, estudantes trans, vocês são bem-vindos". Outros protestantes carregavam a bandeira LGBT.

Juristas que defendem a causa LGBT ouvidos pela Reuters criticaram a proibição. Para eles, os direitos civis de todos os americanos são prioridade do governo federal, não dos estados.

O porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, disse que a administração "sofreu pressão para agir agora" por causa de um caso pendente na Suprema Corte americana de um garoto transgênero contra uma escola na Virgínia.

Apesar de Trump anular a norma, a Corte deve dar a palavra final sobre o a lei federal em questão, conhecida como Título IX. A Suprema Corte pode passar a questão do caso de Virgínia e permitir que outros tribunais repliquem a decisão aos demais casos ou ela pode destrinchar a lei sobre estudantes transgêneros e dar um outra decisão de acordo com a interpretação da lei.

A lei Título IX proíbe discriminação por gênero na educação americana.

ver The Huffington Post Brasil
#estudantes trans
#transgenero
#banheiros de escolas públicas