Ruralista que matou agente da PF é condenado a 34 anos de prisão

Facebook
VKontakte
share_fav

Categoria:

Justiça
meneguel.jpeg
Jornal GGN - Após longo julgamento, decisão do júri em Curitiba (PR) condenou o ruralista Alessandro Meneghel a 34 anos e seis meses de prisão pelo assassinato de Alexandre Drummond Barbosa, agente da Polícia Federal, ocorrido em 2012.
O crime ocorreu em frente a uma casa noturna na cidade de Cascavel. Após um desentendimento, o agente da PF foi morto com mais de 40 tiros. Ex-presidente da Sociedade Rural do Oeste, Meneghel havia lançado sua pré-candidatura para deputado estadual pelo DEM em 2012, tendo o apoio do hoje governador Beto Richa (PSDB).
A defesa de Meneghel adotou diversas estratégias para protelar o julgamento e a condenação, até mesmo provocando os promotores para obter reações que cancelassem o júri. O local do julgamento foi transferido para Curitiba para evitar uma possível pressão por parte da família de Meneghel sobre testemunhas.

leia mais

ver Blog do Luis Nassif
#luis nassif online
#paraná
#alessandro meneghel
#alexandre drummond barbosa