Apple estaria conversando com uma empresa chinesa para lhe fornecer telas OLED

Photo of Apple estaria conversando com uma empresa chinesa para lhe fornecer telas OLED
Facebook
VKontakte
share_fav
Tela/display do iPhone 7

O ano acabou de começar e já estamos em meados de fevereiro — se para nós está passando rápido, imaginem a corrida contra o tempo que a Apple deve estar enfrentando.

Me refiro à produção dos iPhones que deverão ser lançados este ano. Muitos rumores apontam que o novo aparelho da Maçã virá com tela OLED1 e, mesmo com alguns parceiros à vista — como a Samsung e a Sharp —, a indústria tem sofrido com uma escassez grande em relação à produção das telas. Provavelmente preocupada com isso, a Apple supostamente procurou mais um fornecedor de telas OLED, agora na China.

De acordo com a Bloomberg, a Apple está em negociações com a empresa chinesa BOE Technology Group. Fundada em 1993, ela já é uma das maiores fabricantes de telas no país e a maior do mundo em fabricação de LCD2 (segundo dados da própria Bloomberg).

Atualmente, a empresa chinesa está gastando cerca de US$14,5 bilhões na construção de duas instalações para a fabricação de telas AMOLED3. Uma delas ainda abrirá este ano e a outra, nos próximos anos; é estimado que, quando ambas estiverem operando normalmente, consigam até 1,6 milhão de metros quadrados de substratos de vidro flexível (as superfícies nas quais as telas são feitas) por mês.

Como sugeriram algumas fontes anônimas, a Apple já estaria testando as telas OLED da BOE faz alguns meses, porém ainda não há confirmação de um acordo definitivo entre as duas. Entretanto, se isso de fato acontecer, será a primeira vez que a gigante de Cupertino escolherá uma fornecedora de telas fora da Coreia do Sul ou do Japão.

A tela é a parte mais cara de um smartphone, e produzir displays OLED não é um processo fácil. Isso contribui com a escassez que anda havendo e, mesmo que a parceria se confirme, as fontes reconhecem que as telas OLED — ao menos as fornecidas pela BOE — não viriam para este ano, no suposto “iPhone 8” ou “iPhone X”, mas sim em 2018.

ver Mac Magazine
#empresa
#rumores
#oled
#iphone 8
#telas
#lcd
#chinesa
#amoled
#iphone x
#fornecedora
#fabricante