Atriz de ‘Will & Grace’ diz ter sofrido assédio sexual durante gravação de filme

Photo of Atriz de ‘Will & Grace’ diz ter sofrido assédio sexual durante gravação de filme
Facebook
VKontakte
share_fav

Divulgação Debra Messing

Leia mais

Debra Messing, hoje protagonista de Will & Grace, resolveu revelar que foi vítima de assédio sexual durante as gravações de Caminhando nas Nuvens (1995), seu primeiro filme. A atriz contou na conferência MAKERS, realizada na Califórnia, que o diretor do longa foi o responsável pelas investidas agressivas contra ela.

Trata-se de Alfonso Arau, que fez sucesso durante os anos 1980 e 1990 com filmes como Caminhando nas Nuvens, Como Água para Chocolate e Três Amigos!.

Debra relatou que o profissional fez, durante todas as sessões de gravações, menções ao seu corpo. “Seu trabalho é ficar nua e dizer as falas, é isso”, lembrou ela em relação a uma fala dita por ele. Ela disse que, após gravar uma cena em que o personagem de Keanu Reeves a encontrava na cama com outro homem, Arau paralisou os trabalhos apenas para observá-la sem roupa. “Ele levantou o lençol, examinou meu corpo nu, e então deixou cair o lençol em cima de mim como um Kleenex usado. Ele se afastou sem dizer uma palavra”, contou.

A atriz também afirmou ter sido vítima de assédio moral, dizendo acreditar que Alfonso tinha a intenção de rebaixa-la. “O objetivo foi me rebaixar, tirar o meu poder e fazer eu sentir o seu domínio sobre mim”, lembrou ela, que tinha 25 anos na época.

Os representantes de Arau disseram ao portal TooFab que o relato é “falso” e que Messing nunca ficou nua no set de filmagens do longa.

ver Virgula
#alfonso arau
#debra messing
#will e grace