Governo Macri volta a aumentar a conta de luz na Argentina, agora em até 148%

Photo of Governo Macri volta a aumentar a conta de luz na Argentina, agora em até 148%
Facebook
VKontakte
share_fav

O fim das férias de verão na Argentina virá acompanhado de outra má notícia: a partir de março, a conta de luz voltará a disparar, com uma alta de 60% a 148% para os lares de Buenos Aires e região metropolitana, onde vivem quase 13 milhões de pessoas. O novo tarifaço amplia a pressão sobre a classe média, que no ano passado já sofreu um aumento de 300% no preço da energia elétrica e teve seu poder aquisitivo corroído por uma inflação de 41%, a mais alta dos últimos 25 anos. Para os usuários mais pobres, beneficiados por uma tarifa social, o aumento será de 35%. O ministro da Energia, Juan José Aranguren, deixou aberta a possibilidade de rever o aumento: que a população reduza o consumo energético em mais de 20%. Ele admitiu, porém, que economizar luz é mais fácil para usuários que já gastam mais, em relação àqueles que tentam manter suas faturas em valores mínimos.

ver El País
#energia elétrica
#indicadores econômicos
#mauricio macri
#tarifas elétricas
#preço energia
#mercado energético