O Judiciário, o poder sem voto e o mundo que nos aguarda, por Pedro Augusto Pinho

Facebook
VKontakte
share_fav

Categoria:

Análise
Por Pedro Augusto Pinho
Comentário ao post “Xadrez das eleições de 2018"
QUE MUNDO NOS AGUARDA?
Em recente debate sobre o esfacelamento do Brasil, perguntou-se sobre a posição, aparentemente acomodada, das forças armadas. Logo surgiram os recentes exemplos da Líbia e do Iraque onde a fragmentação do poder não permite mais que sejam entendidos como países, mas algo irreal, inominado, sem sustentação dos habitantes locais, e cuja representatividade internacional é nula e serve apenas para estatísticas, igualmente nada consistentes. Nem mesmo poderíamos falar de feudos medievais, pois lá existiam autoridades aceitas pelas pessoas que os habitavam e lhes forneciam apoio e subsistência.
O Brasil vai alienando terras, bens e controle decisório, e se transformando nesta terra de ninguém, sem oposição daqueles que, profissionalmente, teriam o dever de impedir. Por que?

leia mais

ver Blog do Luis Nassif
#luis nassif online
#poder judiciário
#financismo