Com exemplo de Cerveró, Lava Jato não pode mudar mira de delações

Photo of Com exemplo de Cerveró, Lava Jato não pode mudar mira de delações
Facebook
VKontakte
share_fav

Categoria:

Justiça
Jornal GGN - Após serem definidos os temas ou miras da Operação Lava Jato, os réus e investigadores não podem incluir acusações novas nos acordos de delação premiada. Foi o que decidiu o então relator Teori Zavascki, em dezembro do ano passado, quando o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró apresentou novos fatos sobre o esquema de corrupção e o Ministério Público Federal (MPF) pediu ao STF a ampliação.
Nesta quinta-feira (26), foram tornados públicos anexos e decisões sobre a homologação de depoimentos da Lava Jato no âmbito do Supremo Tribunal Federal, de então relatoria de Teori. Um dos pedidos partia do MPF sobre incluir novos fatos ao acordo com Cerveró.
Zavascki negou, argumentando que a alteração do acordo poderia colocar em risco toda a delação original como uso de prova posterior. Segundo o ministro, que faleceu na última semana, a lei não permite incluir mais informações na colaboração.

leia mais

ver Blog do Luis Nassif
#luis nassif online
#acordo
#nestor cerveró
#colaboração
#cerveró
#premiada