A arquitetura de São Paulo por três mulheres

Facebook
VKontakte
share_fav

Categoria:

Cidades
Jornal GGN - Lina Bo Bardi, Tomie Ohtake e Rosa Kliass foram três dos principais nomes para a arquitetura e paisagens que formam a cidade de São Paulo. Não tanto conhecidas para os aportes arquitetônicos como homens, entre eles Oscar Niemeyer e Roberto Burle Marx, a arquiteta, a artista plástica e a urbanista foram mulheres essenciais em obras cartões postais e espaços públicos da capital.
E não foi apenas do ponto de vista do urbanismo que as três formaram a cidade. "Tomie Ohtake, de origem japonesa, nasceu em Quioto em 1913, naturalizou-se brasileira e faleceu em São Paulo em 2015. Lina Bo Bardi, nasceu em Roma em 1914, naturalizou-se brasileira em morreu em São Paulo em 1992. Rosa Grena Kliass, nascida em São Roque e formada em 1955 na FAU - USP, é uma representante da comunidade judaica. As três formam, portanto, um trio que representa muito da história e cultura paulistana", resumiu a especialista Ana Gabriela Godinho Lima.
Lima é professora do Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo da Universidade Presbiteriana Mackenzie e ressalta que as obras das três podem ser vistas em construções caracterizadas pela academia como "excepcionais", entre elas a construção do MASP, as esculturas de aço carbono na Avenida Paulista, no Edifício Berrini, o Conjunto arquitetônico do SESC Pompéia, a Casa de Vidro, o Parque da Junvetude, etc.

leia mais

ver Blog do Luis Nassif
#luis nassif online
#arquitetura
#cidades
#desenho
#arquitetas
#artistas plástica
#paisagens
#urbano