Dallagnol, continue a fazer teatro com PowerPoint, por Fábio de Oliveira Ribeiro

Facebook
VKontakte
share_fav

Categoria:

Análise

Por Fábio de Oliveira Ribeiro

Um ilustre jurista publicou aqui mesmo no GGN um texto severamente admoestando o procurador da Lava Jato. Disse Eugênio Aragão:

“Mas essa sua teorização de baixo calão não diz tudo sobre SEU complexo. Você à frente de sua turma vão entrar na história como quem contribuiu decisivamente para o atraso econômico e político que fatalmente se abaterão sobre nós. E sabem por que? Porque são ignorantes e não conseguem enxergar que o princípio fiat iustitia et pereat mundus nunca foi aceita por sociedade sadia qualquer neste mundão de Deus. Summum jus, summa iniuria, já diziam os romanos: querer impor sua concepção pessoal de justiça a ferro e fogo leva fatalmente à destruição, à comoção e à própria injustiça.”

http://jornalggn.com.br/noticia/dallagnol-pare-de-fazer-teatro-com-powerpoint-por-eugenio-aragao

Mesmo não sendo ilustre, discordo de Aragão no método. Na essência concordo inteiramente com ele. Explico.

leia mais

ver Blog do Luis Nassif
#luis nassif online
#direito
#processo penal
#deltan dallagnol