"Não estão fora do nosso alcance", diz FBI sobre empresas brasileiras

Facebook
VKontakte
share_fav

Categoria:

Justiça
Patricia Faermann
"Quando os funcionários estrangeiros recebem subornos, eles ameaçam nossa segurança nacional. (...) Só porque eles estão fora de nossa vista, não significa que eles estão além do nosso alcance. O FBI utilizará todos os recursos disponíveis para pôr fim a este tipo de comportamento corrupto"
Jornal GGN - Durante o anúncio de que a Odebrecht aceitou o acordo de pagamento de multa milionária para os Estados Unidos, Suíça e o Brasil nos processos contra a empresa brasileira, as autoridades norte-americanas elogiaram a colaboração dos "colegas no Brasil", ao se referir aos investigadores e procuradores da República, e se prometeram continuar a investigar contra empresas brasileiras suspeitas de corrupção.
"A Odebrecht e a Braskem utilizaram uma unidade de negócios secretos da empresa - um 'Departamento da Propina', por assim dizer - que sistematicamente pagou centenas de milhões de dólares para a corrupção de funcionários do governo em países de três continentes", iniciou o vice-procurador-geral Sung-Hee Suh, da Divisão Criminal do Departamento de Justiça dos EUA.
"Tais atos descarados exigem uma forte resposta para a aplicação da lei, e por meio de um forte esforço com nossos colegas no Brasil e na Suíça, vimos exatamente isso", completou a autoridade norte-americana.

leia mais

ver Blog do Luis Nassif
#luis nassif online
#patricia faermann
#fbi
#autoridades
#norte-americano
#departamento de justiça
#investigadores
#brasileiras
#cooperação internacional
#geo
#mercado brasileiro
#soberania nacional