Fluvia Lacerda: quem é a primeira top plus size a estampar a capa da ‘Playboy’

Photo of Fluvia Lacerda: quem é a primeira top plus size a estampar a capa da ‘Playboy’
Facebook
VKontakte
share_fav
Fluvia Lacerda na capa da 'Playboy'

Reprodução/Instagram Fluvia Lacerda na capa da ‘Playboy’

Leia mais

Fluvia Lacerda, 36 anos, está na capa da edição de colecionador da Playboy Verão 2017, que está em pré-venda no site da publicação. A top é a primeira plus size a estampar a capa da revista masculina. As fotos foram feitas na Amazônia.

“Desci do meu voo em Dubai, liguei o celular e o pobre quase implodiu! Que incrivelmente maravilhoso é ver tanta repercussão positiva quanto a ser a primeira mulher gorda na capa da @oficialplayboybrasil!!! Muito grata por tanto carinho e apoio!!”, escreveu a modelo no Instagram.

Fluvia Lacerda na 'Playboy'

Reprodução/Instagram Fluvia Lacerda na ‘Playboy’

“Nem consigo expressar o êxtase de ver esse projeto lindo concretizado! Fotografar na minha linda Roraima, com o apoio dos meus melhores amigos, cercada pela natureza incrível da terra que me criou. Livre e empoderada pela certeza de que debaixo da minha própria pele eu posso estar, viver e concretizar tudo aquilo que quiser. Por que o corpo é meu e posso celebrá-lo do jeito que quero e bem entendo. E assim tô aí, na capa da edição para colecionadores, que será vendida exclusivamente online. A pré-venda já tá aberta pra quem quiser pedir e a partir do dia 20 de dezembro as vendas iniciarão. O sucesso da liberdade, representatividade e do amor próprio prevalece e desse borogodó entendo muito! Valeu Brasilzão, tô sentindo o amor a todo vapor!”, completou.

Fluvia Lacerda

Reprodução/Instagram Fluvia Lacerda

Mas, afinal, quem é Fluvia Lacerda?

Fluvia, hoje conhecida como a “Gisele Bündchen do plus size”, nasceu no Rio de Janeiro, mas ainda pequena foi para Boa Vista, em Roraima. Aos 16 anos, resolveu ir morar nos Estados Unidos para estudar inglês, mas por conta das dificuldades financeiras, acabou trabalhando como babá e faxineira.

Dento de um ônibus em Nova York, uma editora de uma revista de moda se aproximou e perguntou se alguma vez ela já tinha considerado a ideia de ser modelo plus size. Na época, a brasileira não fazia sequer ideia do que era isso e achou que era uma grande piada.

Fluvia Lacerda

Reprodução/Instagram Fluvia Lacerda

A editora mencionou algumas agências que cuidavam dessa divisão do mundo fashion e ela decidiu dar uma chance. “Ser uma modelo plus size é uma batalha em muitos níveis diferentes, em que na maioria das vezes eu me sinto feliz e muito agradecida por tudo o que conquistei”, diz em seu site oficial.

“Sendo a única brasileira trabalhando a nível internacional como modelo plus size, já estrelei inúmeras campanhas em várias partes do mundo. Fui capa de revistas como Beautiful, Molda Moldes, PlusModelMagazine, e já participei de editoriais de moda para Vogue Italia, Glamour, Manequim, Joyce Pascovitch, Latina Magazine, Redbook, entre outras”, conta.

Ela já foi estrela de marcas como Kmart, Tórrid, Igigi, Fashion Bug e já foi fotografada na Espanha, Canadá, Alemanha, Austrália, França, Inglaterra, Jamaica e, claro, no Brasil, chegando a receber até US$ 20 mil por dia.

Fluvia Lacerda

Fluvia Lacerda

Em 2011, ela venceu o prêmio de modelo plus size do ano, durante a Full Figured Fashion Week.Foi uma grande honra e um reconhecimento formidável, considerando que a nomeação vem daqueles que fazem parte da industria plus size”, afirma.

Vida pessoal

Fluvia Lacerda tem dois filhos, Lua, de 13 anos e Pedro, de 2 anos. Em agosto de 2013, passou por um período conturbado, quando seu marido, o advogado Wallace Andrade de Araújo foi encontrado morto em casa. Ele foi o primeiro amor da vida dela e quem lhe deu o primeiro beijo. Ambos cresceram em Boa Vista. Os dois ficaram 11 anos separados e só depois ficaram juntos. Pedro é fruto dessa relação. Ela estava grávida quando o marido morreu.

Fluvia com a filha Lua e o filho Pedro

Reprodução/Instagram Fluvia com a filha Lua e o filho Pedro

ver Virgula
#nua
#fluvia lacerda
#edição de colecionador