No Brasil e no mundo, especialistas confirmam: 2016 é realmente o ano do gim

Photo of No Brasil e no mundo, especialistas confirmam: 2016 é realmente o ano do gim
Facebook
VKontakte
share_fav

Na terra da rainha, 2016 pode ser considerado o ano do gim, definitivamente. As vendas desse destilado superaram clássicos como cerveja e espumante, só para você ter uma ideia. Os cálculos da Associação Wine and Spirit confirmam o sucesso: cada pessoa no Reino Unido, com idade suficiente para consumir bebidas alcoólicas, teve direito a mais ou menos 28 drinks de gim-tônica, só nos últimos 12 meses. Eu queria!

A origem da combinação é divertida, aliás. Reza a lenda que soldados britânicos misturavam água tônica, indicada para aliviar os sintomas da malária, ao gim para quebrar o sabor amargo do quinino, presente na gasosa, lá pelo século 19. Com um pouquinho de açúcar e limão, então, inventaram o mix responsável pelo consumo de até 80% do gim. A popularidade é tão impressionante que, em comparação a 2012, houve um aumento de 200 mil drinks no consumo total do Reino Unido.

“O consumo de bebidas tem mudado drasticamente nos últimos 5 anos, mas o verdadeiro vencedor dessa transformação foi o mercado de gim. O surgimento de novos drinks, combinações e mixers estão alavancando as vendas, principalmente em pubs gastronômicos”, explica Neil Everitt, da HM Revenue and Customs. Visto antes como um destilado triste e catastrófico, o gim agora é dinâmico e “chique”, para dizer o mínimo.

Aqui no Brasil não é diferente, viu? Tanto é verdade que São Paulo ganhou um bar dedicado exclusivamente ao clássico gim-tônica. O G&T, localizado no Jardim Paulista, conta com uma carta dedicada a variações do clássico e outras combinações feitas à base de gim, apenas. É o primeiro “gin bar” do Brasil. O restaurante Mr. Lam, no Rio de Janeiro, também conta com uma carta especial de variações do gim-tônica.

Mas o que explica números tão estrondosos? De acordo com a empresa de auditoria Product Audit International, mais de 22 mil caixas do destilado foram importadas em 2015. A expectativa era de que 2016 fechasse com cerca de 30 mil caixas importadas. “A coquetelaria nunca esteve tão em alta no Brasil, o que explica o sucesso do gim”, afirmou Stephanie Jordan, embaixadora global da marca de gim Tanqueray, em entrevista ao site da GQ.

Uma foto publicada por Göran Ajax (@knajax) em

Além disso, como explica Nicola Pietroluongo, embaixador da marca no Brasil, o gim-tônica é um drink extremamente versátil. Não é preciso apostar apenas em dois ingredientes para preparar um bom G&T; por isso, bartenders do mundo estão dando asas à imaginação e inventando combinações que agradam a todos os paladares, de sensíveis ao mais intensos. Cardamomo, hibisco, manjericão e canela são alguns ingredientes que têm surpreendido – positivamente – os apreciadores da gim-tônica.

Sexta-feira é dia, né, gente? Side (Itaim Bibi), Casa Chez Vous (Moema), Astor (Vila Madalena) e Bar (Jardins) são mais três exemplos de onde você pode curtir um bom drink hoje à noite.

O mundo também é feito de bebidas BEM estranhas. Se liga nessa curiosa galeria abaixo:

ver Virgula
#bebida
#sucesso
#drink
#gim