Mercosul suspende Venezuela e aumenta a pressão sobre Nicolás Maduro

Photo of Mercosul suspende Venezuela e aumenta a pressão sobre Nicolás Maduro
Facebook
VKontakte
share_fav

A Venezuela já não é membro pleno do Mercado Comum do Sul (Mercosul). Os ministros de Relações Exteriores da Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai notificaram Caracas sobre “a cessação do exercício dos direitos inerentes à condição de Estado Parte”, segundo consta no comunicado oficial. O Governo de Nicolás Maduro ativou todas as ferramentas legais que tem a seu alcance para evitar a medida. A chanceler venezuelana, Delcy Rodríguez, denunciou que seu país é vítima da “agressão” dos demais parceiros do bloco, decididos a expulsar a Venezuela mediante um “ato írrito” (nulo). Os países membros do Mercosul perderam a paciência e consideraram encerrado em 1º de dezembro o prazo que haviam dado a Caracas para adequar suas normativas internas às do bloco, um compromisso que a Venezuela assumira em 2012, quando pediu para se tornar membro pleno. A suspensão implica a perda de voto, mas não de voz — uma situação semelhante à da Bolívia atualmente.

ver El País
#paraguai
#relações exteriores
#organizações internacionais