Ex-gerente sênior da Foxconn é acusado de roubar e revender 5.700 iPhones

Photo of Ex-gerente sênior da Foxconn é acusado de roubar e revender 5.700 iPhones
Facebook
VKontakte
share_fav
Trabalhadoras em fábrica da Foxconn

Lá em 2011, a polícia prendeu três ex-empregados da Foxconn pelo vazamento do design do iPad 2. No comecinho de 2014, ex-executivos e ex-gerentes foram detidos sob a acusação de cobrar propina de fornecedores. Naquele mesmo ano, um ex-empregado foi preso por vazar peças do iPhone 6.

Agora, surgiram informações de mais um caso do tipo. Um ex-gerente sênior(!) da Foxconn — identificado apenas como Tsai — em Shenzhen (China) está sendo acusado de roubar e revender 5.700 iPhones por mais de US$1,5 milhão.

O esquema de Tsai — que envolvia pelo menos outros oito ex-empregados da Foxconn — ocorreu na verdade entre 2013 e 2014, com iPhones 5 e 5s. Segundo o AsiaOne, os aparelhos eram obtidos na fase de testes da fábrica e seriam descartados por falharem em um ou mais quesitos. A Foxconn identificou a ação através de uma auditoria interna e notificou as autoridades em algum momento deste ano.

Se for julgado culpado, Tsai poderá pegar até dez anos de prisão.

[via Business Insider]

ver Mac Magazine
#telefonia
#ásia
#iphones
#foxconn
#fabricação
#fábrica
#roubo
#gerente
#roubados