"A política tem dessas coisas", disse Temer pressionando para liberar edifício

Facebook
VKontakte
share_fav

Categoria:

Crise
Patricia Faermann
Jornal GGN - Convocado pelo presidente Michel Temer a comparecer ao Palácio do Planalto, no dia 17 de novembro, Marcelo Calero ainda ocupava o Ministério da Cultura quando ouviu de Temer que "a política tem dessas coisas, esse tipo de pressão". Ordenou o então ministro Calero a "construir uma saída" para a decisão do IPHAN, que criou "dificuldades operacionais" em seu gabinete, sobretudo junto a seu braço direito, Geddel Vieira Lima, que estava "bastante irritado".
O depoimento é de Marcelo Calero ao Departamento da Polícia Federal junto ao Grupo de Inquéritos do Supremo Tribunal Federal (STF). E é diante dessas palavras que a Procuradoria-Geral da República "pensou", ainda estudava a possibilidade de abrir uma investigação contra Geddel. Isso porque também precisaria incluir Temer no inquérito.
"O depoente [Calero], ao final da conversa com o Presidente, ficou bastante desapontado, uma vez que foi advertido em razão de ter agido sem cometer qualquer tipo de irregularidade, que sentiu-se decepcionado também pelo fato de não ter mais a quem reportar-se a fim de solucionar esta situação, uma vez que o próprio Presidente da República o havia 'enquadrado'."

leia mais

ver Blog do Luis Nassif
#luis nassif online
#bahia
#ministro
#patricia faermann
#salvador
#ministério da cultura
#prédio
#edifício
#iphan
#calero
#geddel
#secretaria de governo
#vieira
#la vue
#braço direito