Falta de curiosidade e bagagem em excesso: veja 10 erros que todo viajante repete

Photo of Falta de curiosidade e bagagem em excesso: veja 10 erros que todo viajante repete
Facebook
VKontakte
share_fav

Não há nada como juntar aqueles trocados, pesquisar um novo roteiro de viagens e se jogar pelo mundo, sem medo de ser feliz. Viajar certamente é uma das melhores coisas da vida, vamos combinar. Apesar do investimento, que não é pouco, há quem aproveite as férias do pior jeito possível. Com a cara grudada na tela do celular ou frequentando os mesmos fastfoods de sempre, muita gente perde aquela que é a essência de toda viagem: descobrir o novo, viver o inesperado. Tem que ter perrengue também, minha gente, ainda que de leve!

A apresentadora e atriz Janet Hsieh comentou, no Huffington Post, 10 erros que todo viajante precisa parar de cometer, urgentemente. Se liga:

Inflexível

Nem tudo sairá como o previsto durante a temporada longe de casa. Ser pouco flexível quanto a horários, roteiros, acomodações e experiências tende a aumentar o estresse e as frustrações, obviamente. Aprenda a curtir algumas mudanças de planos e ver o lado bom de tudo!

Curiosidade para quê?

A falta de curiosidade impede que você conheça e curta lugares novos do melhor jeito possível, mesmo com algumas ciladas pelo caminho. De que adianta viajar para a Ásia se tudo o que você faz é ficar perambulando por lojas da Apple e comendo McDonald’s? Acorde o explorador insaciável que existe em você.

Pouca interação

A barreira da linguagem é algo real, sabemos. Mesmo assim, é preciso ao menos TENTAR se comunicar e relacionar com moradores locais. Vale pedir sugestões de passeios, restaurantes, informações… A troca é enriquecedora.

Colado na tela

Calma, os seus seguidores no Instagram podem esperar mais um pouco por aquele clique perfeito do por-do-sol na Torre Eifeel. O grande lance de viajar é ver um mundo novo em primeira pessoa, longe da tela do PC ou do celular. É sentir, com todas as partes do corpo, o novo. Aproveite isso.

Compulsão por posts

Pode postar e contar para todo mundo como você está curtindo a viagem. Só não precisa ficar conectado 24h por dia, né? Viva o momento, de verdade, e aproveite o mundo real que está ao redor. É bem mais legal que o mural do face, pode acreditar.

Sem memória

Pode se controlar nos posts, mas o registro da viagem é livre. Por isso, prepare-se e tenha em mãos um HD externo ou cartões de memória extra para não perder nenhum clique durante a experiência. As lembranças, mesmo em fotos, são o maior tesouro dos viajantes!

Falta de sensibilidade

Informe-se sobre o seu destino, sem esquecer da parte cultural. Essa sensibilidade pode te poupar de gafes, dor de cabeça, discussões e outros problemas que podem acabar com a viagem. Tenha respeito pelas tradições do local.

Toneladas de bagagem

Malas pesadíssimas, com roupas e sapatos desnecessários, realmente se transformam em um pesadelo durante a viagem. Dá para usar a mesma peça mais de uma vez, certo? E você também pode lavar algumas coisas no banho, em caso de emergência. Menos é sempre mais. Nada como poder andar com a mala por aí, livre e feliz!

Pouca ousadia

Por que manter as mesmas “regrinhas” de viagem para sempre? Sair pelo mundo é ousar, experimentar coisas novas, viver o inesperado. Por isso, viaje de jeitos diferentes: em grupos, com a família, sozinho, em hotéis 5 estrelas e em albergues humildes. Tudo é experiência!

Ingenuidade

Estar aberto a novas experiências não significa, necessariamente, confiar cegamente em qualquer pessoa que cruzar o seu caminho. Esteja alerta, sempre! Evite deixar itens valiosos sem qualquer proteção, beber demais com desconhecidos ou passear, sem companhia, por lugares escuros e perigosos. Seja esperto.

ver Virgula
#erros
#experiência
#cilada
#vacilo