Facebook e Google declaram guerra aos sites de notícias falsas

Photo of Facebook e Google declaram guerra aos sites de notícias falsas
Facebook
VKontakte
share_fav

Ambas as corporações tomaram esta decisão depois que o Facebook foi acusado de ter influído na campanha das eleições presidenciais dos Estados Unidos com a difusão de informações falsas que, no final, supostamente favoreceram Donald Trump. A mais criticada foi a que afirmava que o papa Francisco havia dado seu apoio ao candidato republicano. Na sexta-feira, durante uma conferência transmitida na ferramenta que mais promovem, o Facebook Live, o próprio Mark Zuckerberg justificou seu papel durante a campanha: “De tudo o que as pessoas publicam no Facebook, 99% é autêntico. Somente uma pequena quantidade de notícias são falsas ou um engano”, escreveu o criador da rede social no sábado. Pensar que “tenham influído nas eleições de todo modo é uma ideia muito louca. Os eleitores tomam decisões baseando-se nas experiências que vivem”.

Seguir leyendo.

ver El País
#redes sociais
#e-mail
#boatos
#hoax