Pesquisa: em apenas cinco dias, vendas dos novos MacBooks Pro já desbancaram as da concorrência com folga

Photo of Pesquisa: em apenas cinco dias, vendas dos novos MacBooks Pro já desbancaram as da concorrência com folga
Facebook
VKontakte
share_fav
Comparativo de vendas dos novos MacBooks Pro com a concorrência

Nós já compartilhamos aqui no site algumas pesquisas da Slice Intelligence. O que ela faz basicamente é oferecer um serviço que traz alguns benefícios para consumidores online, como acompanhamento de pedidos, alertas de redução de preços, registro de recibos e mais. Como a empresa tem acesso a recibos de compras online, ela consegue realizar algumas pesquisas interessantes (como esta que estamos comentando).

Vale notar, porém, que a metodologia está longe de ser perfeita. Estamos falando de algo limitado ao mercado americano e com base nas informações de 4,4 milhões de consumidores. Ainda assim, não deixa de ser um ótimo termômetro.

Feita esta introdução, vamos aos números.

Comparativo de vendas dos novos MacBooks Pro com a concorrência

Comparando os cinco primeiros dias de vendas dos novos MacBooks Pro com o histórico *completo* de vendas (isto é, desde o lançamento deles até agora) de outros notebooks como o Microsoft Surface Book, o ASUS Chromebook Flip, o Dell Inspirion 2-em-1 e o Lenovo Yoga 900, vemos que o novo computador da Apple simplesmente oblitera a concorrência.

Cinco dias foram suficientes para a Apple lucrar praticamente 4x mais com os MBP do que todos as unidades de Surface Book já comercializadas até hoje (desde outubro de 2015); comparando com o Yoga 900, estamos falando de 10x mais! Ao comparar maçãs com maçãs, vemos que em cinco dias os novos MBPs geraram quase 80% da receita do MacBook, lançado em abril de 2015. Ou seja, em mais alguns dias veremos o faturamento das novas máquinas ultrapassando o dos MacBooks.

Comparativo de vendas dos novos MacBooks Pro com a concorrência

Há, contudo, alguns dados ruins para a Apple. A empresa demorou tanto para lançar essas novas máquinas que a Slice Intelligence descobriu algo curioso: 40% das pessoas que tinham MacBooks em 2014 acabaram comprando um dispositivo de outra marca (as preferidas foram Dell e ASUS) — ainda que esta pessoa possa ter comprado o notebook para dar de presente ou como uma segunda máquina.

É aquele velho cenário que a gente está acostumado a ver em lançamentos da Apple: o produto é apresentado, vemos uma chuva de críticas e, mesmo assim, as vendas nos mostram que ele é um sucesso. No caso dos novos MBPs, isso (o sucesso) é inegável. A minha única dúvida aqui é com relação ao público que está adquirindo as máquinas: será que estamos falando de profissionais (nicho que a Apple sempre atendeu bem com os MacBooks Pro) ou de consumidores comuns que enxergaram elas como um upgrade natural para o MacBook e o MacBook Air?

[via CNET]

ver Mac Magazine
#lançamento
#macbook pro
#concorrência
#comparativo
#slice intelligence