Gisele Bündchen adere a causa que levou Shailene Woodley à prisão

Photo of Gisele Bündchen adere a causa que levou Shailene Woodley à prisão
Facebook
VKontakte
share_fav

A causa que levou a atriz americana Shailene Woodley à prisão há cerca de um mês é agora também uma pauta da top brasileira Gisele Bündchen. A estrela da saga distópica Divergente foi detida em 10 de outubro, enquanto protestava contra a construção de um oleoduto em Dakota do Norte, nos Estados Unidos. Como transmitia a manifestação ao vivo pelo Facebook, teve a sua detenção também exibida em tempo real na rede social. Gisele não chegou a repetir a cena — ir ao local da obra, de bandeira em punho –, mas fez uma postagem em todos os seus perfis sociais: no Instagram, no Facebook e no Twitter.

“Pelos nossos filhos, pela saúde do nosso planeta, pela nossa qualidade de vida. É hora de entender que estamos todos conectados. Que, quando machucamos a Mãe Terra, estamos nos prejudicando. Nossa sobrevivência depende da saúde de nosso planeta. Junte-se a mim e por favor assine a petição para parar o oleoduto de Dakota, que irá percorrer terras sagradas e poluir nosso precioso suprimento de água. Todos nós precisamos de água para sobreviver — esta questão pertence a todos nós. Vamos nos unir com o Standing Rock !!!”, escreveu Gisele, ao lado da foto de um índio sioux, etnia ligada àquela região.

O oleoduto, um projeto de 3,7 bilhões de dólares e 1.770 quilômetros de extensão, está sendo construído por um grupo de empresas liderado pela Energy Transfer Partners. Ele seria o primeiro a levar xisto de Bakken da Dakota do Norte diretamente a refinarias da Costa do Golfo dos Estados Unidos.


Arquivado em:Entretenimento
ver Veja
#shailene woodley
#gisele bündchen