Apple contrata diversos empregados da antiga/falida Omnifone [atualizado]

Photo of Apple contrata diversos empregados da antiga/falida Omnifone [atualizado]
Facebook
VKontakte
share_fav
Imagem oficial do Apple Music

A Apple está fazendo de tudo para sair na frente na corrida de streaming musical. Além de artistas exclusivos, ela também vem investindo em talentos para contribuir com o bom trabalho que já faz.

Desta vez, o TechCrunch trouxe a notícia que a Maçã teria contratado diversos empregados da Omnifone, uma empresa independente de serviço musical na nuvem que prestava serviço a operadoras móveis, mas acabou vindo à falência em maio de 2016. O rumor inicial era de que a Apple teria comprado a empresa em si, mas esta possibilidade foi logo descartada.

Na verdade, havia especulações de que a Apple “comprou” ou “provavelmente adquiriu” uma parte da Omnifone em julho deste ano, depois que um documento atestar que a empresa teria encontrado um comprador por US$10 milhões. O boato na época era que aquele comprador era a Apple. Esses relatórios de aquisição, no entanto, foram desacreditados com bastante rapidez.

Um mês mais tarde, parece que pelo menos parte disso era verdade.

A Omnifone teve várias parceiras como Samsung, LG, Vodafone, BlackBerry, Sony e mais. Ela contribuiu bastante com o serviço musical Samsung Milk Music e também colaborou com a PonoMusic.

Como pode ser visto em pelo menos 16 perfis de antigos empregados da Omnifone no LinkedIn, eles estão, em sua maioria, trabalhando na Apple como engenheiros de software. Vendo pelo prisma da experiência, é certo de que eles poderão contribuir bastante tanto para o iTunes quanto para o Apple Music.

Atualização · 08/11/2016 às 13:00

08-ricky-bloomfield
Ainda falando sobre contratações, mas fugindo para um assunto — digamos — mais nobre, a Apple trouxe para a empresa o médico Ricky Bloomfield, segundo confirmou ao MobiHealthNews. Bloomfield foi um dos primeiros a implementar o HealthKit e ResearchKit enquanto trabalhava como diretor de estratégias móveis no hospital da Universidade Duke. Ele também foi responsável pela criação do Autismo Beyond, que utilizou o ResearchKit para descobrir como o autismo começa na infância. Sem dúvida, ele somará muito nas iniciativas de saúde da Apple.

E enquanto muitos estão entrando para o time da Maçã, outros estão pulando para fora do barco. Isto porque três empregados que trabalhavam com software e/ou hardware na Apple saíram da empresa e agora estão em gigantes empresas automotivas, de acordo com o The Verge. Sarah O’Brien se juntou ao time da Tesla Motors como diretora de comunicações e Colin Smith e Michaela Johndrow agora estão trabalhando na Ford. A notícia é, de certo, peculiar se levarmos em conta que muitas contratações de antigos empregados dessas empresas foram feitas pela Apple; mas, com o recente rumor de que a Apple teria demitido diversos empregados do Projeto Titan e reiniciado a intenção do suposto “Apple Car”, talvez seja até natural vermos o contrário acontecer.

ver Mac Magazine
#médico
#contratações
#contratação
#apple music
#streaming
#serviço
#medicina
#tesla
#healthkit
#musical
#compra
#nuvem
#researchkit