Maioria do STF defende que réu não pode ser presidente do Legislativo

Photo of Maioria do STF defende que réu não pode ser presidente do Legislativo
Facebook
VKontakte
share_fav

Categoria:

Justiça
Jornal GGN - Apesar da suspensão do julgamento que impede parlamentares que são réus em ações penais ocuparem a presidência da Câmara ou do Senado, a maioria dos ministros Supremo Tribunal Federal já votou a favor da medida.
O Tribunal começou a julgar uma ação da Rede Sustentabilidade que busca impedir réus de fazerem parte da linha sucessória da Presidência da República. O ministro Dias Toffoli interrompeu a sessão com um pedido de vista, mas outros seis ministros já tinham votado a favor.
Após o então presidente da Câmara, o deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), tornar-se réu pela Operação Lava Jato no STF, a Rede protocolou em maio deste ano a proposta, que foi aceita no julgamento desta quinta-feira (03) pelo relator, ministro Marco Aurélio, além de Edson Fachin, Teori Zavascki, Rosa Weber, Luiz Fux e Celso de Mello.

leia mais

ver Blog do Luis Nassif
#luis nassif online
#supremo
#legislativo
#linha sucessória
#pedido de vista