Equipe usa o Madden 17 para driblar regra da NFL

Facebook
VKontakte
share_fav

madden-17

Numa daquelas canetadas que só servem para incomodar os torcedores, antes do início dessa temporada a National Football League adotou uma regra que falava sobre o que os times podiam ou não compartilhar nas redes sociais. Visando fazer com que as franquias mantivessem o conteúdo em seus próprios sites, ficou proibido o compartilhamento de vídeos e GIFs das partidas.

Porém, as pessoas continuavam querendo saber o que estava acontecendo nos jogos e para satisfazer seus seguidores, mas sem ter que pagar a multa que pode chegar a US$ 100 mil, a equipe do Atlanta Falcons encontrou uma maneira inusitada e bastante criativa para contornar a medida.

No último final de semana, durante um jogo contra o San Diego Chargers, o wide receiver Julio Jones fez uma grande recepção e para mostrar aos torcedores como foi a jogada, os responsáveis pelo time a recriaram no Madden 17 e subiram o trecho no Twitter. Dê uma olhada:

É claro que a solução encontrada por eles está longe do ideal, mas a ideia se torna ainda mais bacana quando pensamos nela como uma maneira que os Falcons encontraram para protestar, mostrando que eles não concordam com a imposição da NFL e que gostariam de entregar aos torcedores aquilo que eles querem.

Pensando apenas na parte financeira, a liga pode ter lá sua razão, afinal eles não lucram nada com trechos das partidas sendo mostrados no Twitter ou no Facebook. Porém, é sempre triste ver esse tipo de proibição sendo imposta, mas num campeonato onde o dinheiro fala tão alto e os times funcionam como empresas, desconfio que nem toda a reclamação do mundo fará com que os engravatados da NFL mudem de ideia.

Portanto, acho que é bom as pessoas que gostam de futebol americano se acostumarem, pois provavelmente veremos mais cenas do Madden 17 nas redes sociais enquanto os jogos estiverem acontecendo.

Fonte: ESPN.

The post Equipe usa o Madden 17 para driblar regra da NFL appeared first on Meio Bit.

ver Meio Bit
#redes sociais
#nfl
#madden nfl 17
#proibição