Executivos da Apple recebem mais de US$25 milhões em ações restritas

Photo of Executivos da Apple recebem mais de US$25 milhões em ações restritas
Facebook
VKontakte
share_fav
Executivos da Apple agraciados com uma nova rodada de ações restritas

Depois da última liberação de ações restritas para alguns executivos da Apple, mais algumas foram disponibilizadas no último dia 14, de acordo com documentos enviados para a SEC1.

Recebendo as ações em dois lotes, os seguintes nomes foram agraciados: Angela Ahrendts (vice-presidente sênior de varejo), Craig Federighi (vice-presidente sênior de engenharia de software), Luca Maestri (diretor financeiro, ou CFO), Johny Srouji (vice-presidente sênior de tecnologias de hardware), Bruce Sewell (vice-presidente sênior e conselheiro geral), Eddy Cue (vice-presidente sênior de software e serviços para internet), Phil Schiller (vice-presidente sênior de marketing mundial), Dan Riccio (vice-presidente sênior de engenharia de hardware) e Jeff Williams (diretor de operações, ou COO).

Cada um deles recebeu 85.013 ações restritas a serem divididas em três lotes, com compensações em abril de 2019, de 2020 e de 2021. O outro lote (de 64.654 ações restritas) pode chegar a 200% até que se converta em ações ordinárias em outubro de 2019, dependendo do total de ações que retornarem no período entre 25 de setembro de 2016 e 28 de setembro de 2019. Se os executivos cumprirem as suas metas, eles podem conseguir 214.321 em ações da AAPL até 2021, o que significa a bagatela de US$25,1 milhões nos valores atuais.

Executivos da Apple agraciados com uma nova rodada de ações restritas

Além disso, alguns deles receberam bônus que se converteram em ações ordinárias na última semana. Um deles foi Srouji, que teve 42.734 de ações restritas liberada em 15 de outubro, mas 21.447 ficaram retidas com a Apple para satisfazer as leis fiscais. Neste mesmo dia, Maestri recebeu 12.558 em ações ordinárias e a Maçã retendo 6.248.

O gerente sênior de contabilidade corporativa, Chris Kondo, também ficou com um pedaço do bolo; ele recebeu 16.578 ações restritas em 4 de outubro. Segundo consta no documento, 12,5% delas poderão ser adquiridas em 15 de abril de 2017 e o restante será dividido em parcelas semi-anuais em um período de quatro anos até 15 de outubro de 2020. Kondo, na semana passada, também converteu 4.798 ações restritas recebidas anteriormente em ordinárias.

Resumindo: esse povo está muito bem.

[via AppleInsider]

ver Mac Magazine
#executivos
#restritas