Football Manager 2017 simulará o Brexit

Facebook
VKontakte
share_fav

football-manager

A série Football Manager sempre foi conhecida por tentar representar o futebol da maneira mais realista possível e quando a sua próxima edição for lançada, ela fará algo bastante interessante: simular o impacto da saída do Reino Unido da União Europeia, o famoso Brexit.

Como a decisão dos britânicos terá influência no esporte, com o campeonato local tendo que se adequar as novas regras que serão impostas a estrangeiros que queiram trabalhar por lá, a Sports Interactive chegou à conclusão de que algo tão importante não poderia ser ignorado. Porém, ainda não está muito claro como ficará o cenário do futebol inglês após o fim das negociações, o que tem sido um grande desafio para o estúdio.

Para tentar controlar esse problema, a IE adotou um sistema que fará com que, em algum momento entre dois e 10 anos dentro da nossa campanha, sejamos notificados sobre as mudanças e a partir de então teremos três possibilidades: Soft Brexit, que permitirá a livre movimentação de trabalhadores; Hard Brexit, que fará com que mesmo jogador da União Europeia sejam tratado como não-britânicos; e por fim um tratamento especial para atletas, permitindo assim que eles tenham uma licença para trabalho.

football-manager-2017-brexit

Segundo o diretor do Football Manager 2017, Miles Jacobson, o pior cenário fará com que exista uma imitação na quantidade de estrangeiros que teremos em nossos times, fazendo com que disputar as competições inglesas fiquem bem mais difíceis. Além disso, como muitos atletas das divisões inferiores deverão se transferir para a Premier League, provavelmente a qualidade do torneio diminuirá e o valor pago pela TV também.

O impacto dessas mudanças deverá ser tão grande que as transações estrangeiras deverão ficar mais caras, com as equipes inglesas pagando mais para terem jogadores melhores de outras nacionalidades em seus elencos e muitos atletas nascidos em países menores poderão decidir se naturalizar britânicos.

Normalmente tentamos manter a política fora do jogo, porque ninguém a quer sendo enfiada goela abaixo,” explicou Jacobson. “Mas ficamos numa situação interessante esse ano quando o povo britânico votou por deixar a UE e não nos sentimos bem por deixar isso de fora. É algo sobre o qual precisamos refletir no jogo. Então nos sentamos com o pessoal das pesquisas e começamos a planejar como inserir isso.

Considero fascinante a maneira como o Football Manager 2017 tentará recriar o Brexit e as muitas maneiras em que essa saída da União Europeia poderá afetar a região, chegando inclusive ao ponto de permitir que Irlanda do Norte, País de Gales, Escócia e Gibraltar optem por deixar o Reino Unido. Porém, o que considero mais interessante é como um jogo de futebol poderá fazer com que muitas pessoas prestem atenção e procurem se informar sobre um assunto tão importante, fazendo com que de certa forma o título tenha até um caráter educativo.

Com versões apenas para Windows, Mac e Linux, o Football Manager 2017 será lançado no dia 4 de novembro.

Fonte: The Telegraph.

The post Football Manager 2017 simulará o Brexit appeared first on Meio Bit.

ver Meio Bit
#sega
#football manager
#football manager 2017
#simulação
#sports interactive