Os indicados ao Oscar mais bem pagos de 2020: o ano das mulheres

Photo of Os indicados ao Oscar mais bem pagos de 2020: o ano das mulheres
Facebook
VKontakte
share_fav
Scarlett Johansson, em “História de um Casamento”

Na cerimônia de entrega do Oscar, na noite de hoje (9), 19 atores serão reconhecidos por seu talento na tela, mas apenas quatro levarão troféus para casa. Muitos deles – como Brad Pitt, Laura Dern e Al Pacino – são nomes famosos, celebrados por seus dons. Mas apenas três dos indicados – Scarlett Johansson, Margot Robbie e Charlize Theron – fizeram parte da lista de 2019 dos atores ou atrizes mais bem pagos da FORBES, e nenhum deles é considerado favorito ao prêmio.

É uma radiografia clara da desconexão entre dinheiro e prestígio em Hollywood e destaca uma escolha que as estrelas precisam fazer continuamente: se preferem ter nas mãos uma estatueta de ouro ou dinheiro no banco.

No fundo, tudo se resume ao tipo de filme que a Academia gosta de destacar e ao tipo de filme que pode se dar ao luxo de pagar muito dinheiro a suas estrelas, graças à garantia de bilheteria. Obras de super-heróis, ficção científica e thrillers de ação com orçamentos que beiram os US$ 300 milhões têm muito para gastar em talentos de primeira linha. Já os filmes preferidos da crítica que são indicados para o Oscar não.

“Celebridades como Robert Downey Jr. e Scarlett Johansson têm, atualmente, condições para exigir enormes pacotes de remuneração de estúdios que investem centenas de milhões de dólares em blockbusters, como a série ‘Vingadores’”, diz o advogado especializado em entretenimento David Chidekel, da Early Sullivan Wright Gizer e McRae.

LEIA MAIS: As 10 atrizes mais bem pagas de 2019

O favorito ao Oscar de maior orçamento este ano é “O Irlandês”, da Netflix, que custou cerca de US$ 160 milhões graças ao elenco e à equipe repletos de estrelas – os atores Bobby Canavale e Al Pacino têm indicações, assim como Martin Scorsese -, à natureza épica da história e à necessidade de muita tecnologia antienvelhecimento.

Mas mesmo um orçamento tão alto pode não se traduzir em salários vultosos – especialmente considerando que, como um filme da Netflix, as estrelas irlandesas não ganharão participação financeira com base no desempenho da obra.

LEIA MAIS: Os 10 atores mais bem pagos de 2019

Scarlett Johansson foi indicada a dois Oscars e também foi uma das atrizes mais bem pagas do mundo, com ganhos de US$ 56 milhões no ano passado. Ela recebe cerca de US$ 15 milhões adiantados para cada um dos filmes da Marvel em que interpreta a Viúva Negra, mais uma parte dos lucros – que, no caso de “Avengers: Ultimato”, que faturou US$ 2,7 bilhões nas bilheterias do mundo todo, foi de US$ 35 milhões. Isso é mais de 15 vezes o que ela recebeu por projetos de prestígio como “Jojo Rabbit” e “História de um Casamento”, os dois filmes pelos quais ela foi indicada.

Algo parecido acontece com Margot Robbie, cuja maior soma em dinheiro veio de seu papel como estrela e produtora de “Aves de Rapina: Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa”, na qual ela reprisa seu papel como Harley Quinn. Quase metade de seus US$ 23,5 milhões em ganhos no ano passado veio do filme, e isso não inclui os extras que ela receberá quando a obra chegar aos cinemas neste fim de semana.

Charlize Theron, que embolsou US$ 23 milhões no ano passado, é a rara estrela de cinema que pode entrar na lista sem grandes sucessos de bilheteria. Seu maior salário no ano passado veio de “Casal Improvável”, que ela estrelou e produziu e pelo qual recebeu cerca de US$ 9 milhões.

“Eu apoio totalmente as mulheres que se apropriam de suas vozes, sua dignidade e seu valor e se manifestam”, disse à FORBES sobre se tornar uma produtora, papel que leva qualquer artista a ter mais controle e mais dinheiro.

LEIA MAIS: Saiba o que há na sacola de presentes de US$ 215 mil dos indicados ao Oscar 2020

Tudo faz parte da estratégia de negócios da lista A. Muitos atores se alternam entre projetos de prestígio que levam a prêmios e aqueles que compensam financeiramente, obtendo o melhor dos dois mundos. Brad Pitt, integrante da lista de atores mais bem pagos da FORBES, ganhou US$ 10 milhões por “Era uma Vez em… Hollywood”, metade do que recebe em sucessos de bilheteria como “World War Z”. Para as estrelas mais rentáveis de Hollywood, o mundo se divide entre os ricos e os muito ricos: Joaquin Pheonix recebeu US$ 4,5 milhões adiantados por “Coringa”, enquanto Renée Zellweger embolsou uma quantia de oito dígitos para papéis mais populares como em “Bridget Jones”.

Para nomes mais recentes, um aceno de Oscar geralmente leva a papéis mais lucrativos. Brie Larson, por exemplo, conquistou um papel em “Capitã Marvel” e um salário de US$ 5 milhões depois de ganhar o Oscar em 2016 por estrelar “O Quarto de Jack”. É uma lição que os grandes nomes do Oscar podem aprender: em momentos em que os troféus não estiverem pagando as contas, vista uma capa e encontre um super vilão para combater.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

O post Os indicados ao Oscar mais bem pagos de 2020: o ano das mulheres apareceu primeiro em Forbes Brasil.

ver Forbes Brasil
#marvel
#brad pitt
#academia
#charlize theron
#martin scorsese
#scarlett johansson
#coringa
#brie larson
#margot robbie
#robert downey jr
#renée zellweger
#capitã marvel
#laura dern
#al pacino
#netflix
#hollywood
#harley quinn
#viúva negra
#negócios
#oscar
#sem categoria
#principal
#world war z
#era uma vez em hollywood
#bridget jones
#o irlandês
#aves de rapina arlequina e sua emancipação fantabulosa
#história de um casamento
#jojo rabbit
#joaquin pheonix
#avengers ultimato
#bobby canavale
#casal improváve
#david chidekel
#early sullivan wright gizer e mcrae
#o quarto de jack