Diniz avalia trabalho no São Paulo e permanência de Raí para 2020

Facebook
VKontakte
share_fav

O São Paulo terminou o ano em sexto lugar no Campeonato Brasileiro e com a vaga garantida para a fase de grupos de Libertadores de 2020. Com isso, Fernando Diniz e Raí tiveram confirmadas as suas permanências no clube para a próxima temporada.

Depois da vitória contra o CSA, neste domingo, o treinador avaliou a confirmação da continuidade do diretor no cargo.

“A gente fica mais tranquilo. A nossa sintonia desde a minha chegada é muito forte. A gente se dá muito bem. O Raí, diferente da maioria das pessoas aqui no clube, é um ídolo do São Paulo. Isso tem um peso muito grande. Foi um acerto muito grande a permanência do Raí”, declarou.

Questionado sobre o seu trabalho em 2019, Diniz criticou “análises superficiais”. O treinador ainda coloca como positivo os seus pouco mais de dois meses no clube.

“Acho que a gente não se classificou de qualquer jeito. As análises são muito superficiais, não conseguem relativizar em momento algum. Para comparar meu trabalho no São Paulo, tem que pegar dois meses nos demais clubes. Se pegar dois meses do meu trabalho aqui, ele será melhor do que os dois meses em times anteriores. Com o tempo o trabalho vai se desenvolvendo”, analisou.

Depois de chegar no final de setembro no Tricolor, Diniz teve pouco tempo para buscar a classificação direta para a fase de grupos na Libertadores. A vaga veio, mas ainda assim o trabalho do treinador recebeu críticas de parte da própria torcida. Desde a sua chegada, o São Paulo teve oito vitórias, quatro empates e cinco derrotas em 17 jogos.

O post Diniz avalia trabalho no São Paulo e permanência de Raí para 2020 apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

ver Gazeta Esportiva
#são paulo
#brasileiro série a
#escolha do editor
#futebol
#notícias