Andrés explica conversa com Bolzan e revela lista de Tiago Nunes com mais de 17 nomes

Facebook
VKontakte
share_fav

Andrés Sanchez provavelmente concedeu sua última entrevista coletiva em 2019 na zona mista da Arena Corinthians depois da derrota do time para o Fluminense, nesse domingo, pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Indagado sobre a declaração de Romildo Bolzan, presidente do Grêmio, o mandatário corintiano explicou que realmente ligou para Bolzan, mas negou que tenha tratado sobre Luan, meia que interessa ao Timão para 2020.

“O Corinthians tem interesse em grandes jogadores, ele é um grande jogador. Eu não falei nada, eu que liguei para ele, não falei nada de Pedro, de Luan, de João de nada. Eu só falei para ele que estavam saindo coisas na imprensa e que jamais faria coisas sem falar para ele, apenas isso”, contou.

” Eu falei com ele e não falamos nada de Luan, de nada, mas sim de jogadores do Corinthians. Tenho uma bela relação com o Bolzan, mas falamos de um jogador do Corinthians, que ele disse que não interessa e acabou”, completou.

Reforços
Depois do clube contratar 15 jogadores para a temporada 2019, o plano deve mudar. Andrés Sanchez confirmou que a ideia é adquirir menos e melhores atletas, e acabou citando o número de recomendações de Tiago Nunes, técnico que assume a equipe a partir de agora.

“Nós montamos um novo grupo esse ano e alguns demoram para jogar no Corinthians, para se entrosar. Obviamente neste novo ano temos que contratar menos, com mais qualidade, para evitar o que aconteceu este ano”, disse.

“São vários nomes, ele (Tiago Nunes) passou mais de 17. Tem o número um, dois, três, o que dá, o que não dá. Não vou falar, porque dá muita especulação, mas vamos fazer o melhor possível”, continuou, evitando falar em nomes.

“Vamos tentar o máximo de grandes jogadores possível. São várias posições, mas não temos o que falar porque só vai virar especulação”.

Saídas
Com a chegada de novos jogadores, a tendência é de que boa parte do atual elenco seja desfeito. Andrés Sanchez colocou toda a responsabilidade sobre a reformulação em cima de Tiago Nunes.

“Depende do treinador. O treinador já tem o planejamento dele, estamos vendo hoje periodicamente e todo mundo no Corinthians sabe o que é, e ele também. Não vai ser nada feito sem o treinador dar o sim ou o não”, afirmou.

“Se a gente contratar o que estamos pensando, alguns jogadores, de fato, vão sair. Agora é trabalhar, se possível até antes do ano novo, para fechar tudo o que ele pediu e fazer o grupo mais forte possível para o ano que vem”.

Análise
Sobre o ano do Corinthians, Andrés Sanchez dispensou a hipocrisia e deixou claro que não ficou nada contente com o que o Corinthians mostrou em campo.

“O Corinthians tem que brigar para ser o primeiro, segundo, sempre. Com toda a modéstia, mas sétimo e oitavo é a mesma coisa. É lógico que o dinheiro pode ser um pouquinho a mais, a menos, mas para o Corinthians chegar em sétimo, quinto, ou terceiro, é a mesma coisa que em décimo. Quando o Corinthians não é o primeiro, todo mundo fala que foi trabalhado mal”, opinou.

“Nós disputamos alguns campeonatos, Sul-Americana, Paulista, Brasileiro e Copa do Brasil. Todos sabem que não fomos muito bem esse ano, foram muitos jogadores novos e isso com certeza atrapalhou um pouco. Agora é esperar que seja melhor no próximo ano”, concluiu.

O post Andrés explica conversa com Bolzan e revela lista de Tiago Nunes com mais de 17 nomes apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

ver Gazeta Esportiva
#luan
#tiago nunes
#andrés
#mercado da bola
#brasileiro série a
#escolha do editor
#futebol
#notícias
#corinthians
#17 nomes