Presença do Android no Brasil deixou os smartphones 36% mais baratos, afirma pesquisa

Photo of Presença do Android no Brasil deixou os smartphones 36% mais baratos, afirma pesquisa
Facebook
VKontakte
share_fav

Há dez anos, o Android, sistema operacional do Google para smartphones e tablets, chegava ao Brasil. Desde então, os celulares inteligentes ficaram mais baratos e acessíveis, e o SO começou a fazer parte de milhares de dispositivos no mercado.

Para celebrar os avanços e popularização do sistema operacional em nosso país, o Google convidou jornalistas e parceiros para participarem de um evento especial em São Paulo, realizado nesta terça-feira (26), onde divulgaram uma pesquisa inédita sobre a relação dos brasileiros com o Android, além de contar um pouco da história do sistema no Brasil.

Confira os principais destaques a seguir:

História do Android

Flavio Ferreira, diretor de parceria de Android para a América Latina, iniciou a apresentação contando mais sobre o mercado de smartphones há 10 anos. Naquela época, os desenvolvedores tinham que criar softwares voltados para um sistema ou aparelho específico, o que dificultava o acesso e a divulgação do mesmo.

Foi então que o Android chegou ao mercado, com a proposta de criar um ecossistema aberto e gratuito, dando mais liberdade aos programadores. No Brasil, os primeiros aparelhos com o OS foram o Motorola DEXT e o Galaxy i7500.

  • Galaxy i7500 da Samsung foi um dos primeiros smartphones com Android no Brasil

O sistema fomentou a criação de novos aparelhos, apps e serviços, acelerando a inovação. Sua compatibilidade com diversos dispositivos foi um dos pontos-chave na disseminação da tecnologia smart, otimizando tanto a criação de novos softwares quanto de hardwares.

Popularizando aparelhos smart

Atualmente são mais de 1.300 marcas usando o Android

Segundo pesquisa realizada pelo Google, o Android foi o sistema operacional do primeiro smartphone de 85% dos entrevistados. Os participantes também deram ênfase de que, com a chegada do sistema, a tecnologia se tornou mais democrática e intuitiva, já que a empresa se preocupa em atender todos os tipos de públicos, criando versões compatíveis com uma vasta gama de aparelhos.

Dos 2.480 brasileiros que responderam a pesquisa, 71% também afirmaram que o primeiro contato com um smartphone foi em um aparelho de sistema Android. Outro dado divulgado pela empresa é que, para 77% dos respondentes, o Android é o sistema que mais atende as necessidades da população.

“Desde o seu lançamento, a missão do Android tem sido levar a computação móvel para todos, por meio de uma plataforma aberta e sem custos de licenciamento, que oferece aos fabricantes um sistema operacional gratuito e customizável”.

Afirmou Maia Mau, head marketing de Android para América Latina

Interação dos brasileiros com o Android

A pesquisa também analisou a maneira como os brasileiros interagem com seus smartphones. Além do uso para redes sociais, música e serviços de mensagem, 83% o utilizam para pesquisas na internet. O uso para serviços bancários aumentou graças a integração com os apps, com 77% de uso. Já os aplicativos de mobilidade (Google Maps, Waze, Moovit), apresentam 65% de uso, e acesso aos serviços públicos como FGTS e INSS, hoje equivalem a 44% das principais funções para usuários de Android.

Os dados demonstram, inclusive, que os brasileiros estão preocupados com o tempo que gastam utilizando o smartphone. Seis em cada dez donos de Android têm interesse em melhorar o bem-estar digital, sendo que cinco em cada dez já fizeram alguma ação para controlar o tempo gasto no telefone.

No caso do principal recurso procurado pelos brasileiros na hora de adquirir um novo aparelho, a capacidade de armazenamento é a mais importante (52%). Duração de bateria fica em segundo lugar (47%), seguido da velocidade de processamento (38%).

Para Maia Mau, head de marketing de Android para América Latina, uma das maiores conquistas do Android foi a democratização dessa tecnologia, que reduziu o custo médio dos aparelhos em 36%, entre 2012 e 2017, segundo dados da GSMA (Global System for Mobile Communications, na sigla em inglês).

Android para Todos

Durante o evento, Maia também comentou sobre o lançamento do site Android Para Todos, uma plataforma que reúne histórias e dados de como o sistema operacional pode transformar a vida dos desenvolvedores. O objetivo é mostrar como o Android tem se tornado universal, com milhões de usuários ao redor do mundo, gerando empregos e com impacto no PIB global.

Com a hashtag #androidparatodos, o site contém depoimentos de desenvolvedores que alcançaram o sucesso graças as inúmeras possibilidades que o SO pode proporcionar. Ela lembra que o sistema já possui mais de um milhão de aplicativos, sendo que o Brasil possui seis startups unicórnios — que são as startups avaliadas em 1 bilhão de dólares antes da divulgação do capital na bolsa de valores.

O Nubank é um dos Unicórnios (Imagem: 6 minutos)

O iFood, app de delivery mais conhecido no Brasil, é um dos chamados unicórnios. Fundada em 2011, a marca atualmente pertence à Movile, atuante nos segmentos de conteúdo móvel, pedido e entrega de comida, tickets e logística, que também pertence ao grupo. O iFood está disponível para Android e iPhone (iOS).

Outra startup com status de unicórnio é o Nubank, pioneiro no segmento de serviços financeiros. Ele foi a terceira empresa brasileira a conseguir o status de startup unicórnio ao atingir avaliação de preço de mercado no valor de 1 bilhão de dólares. O serviço está disponível para Android e iPhone (iOS).

Já o PagSeguro atua como meio de pagamento eletrônico e instituição bancária. O serviço está disponível para Android e iPhone (iOS).

A 99 é um dos apps de transporte individual mais usados do Brasil. Antes chamada de 99 Táxi, o serviço conectava passageiros à taxistas, mas, em uma tentativa de competir com a Uber, passou a oferecer não só taxistas, mas motoristas cadastrados. O app está disponível para Android e iPhone (iOS).

Por fim, a Stone Pagamentos é outra startup de pagamentos com status de unicórnio. Ela disponibiliza maquininhas de cartões de crédito, assim como o PagSeguro. O app está disponível para Android e iPhone (iOS).

Parcerias de sucesso

As apresentações se encerraram com um painel, no qual os parceiros contaram sobre os cases de sucesso com o sistema do Google. José Cardoso, presidente da Motorola Brasil, falou sobre como o Android fez a diferença para a empresa, que tem os celulares como principais produtos. Ele explica que a migração para o sistema representou uma economia na unificação de tecnologias, fazendo com que os todos os dispositivos fabricados pela empresa falassem a mesma língua e usassem os mesmos apps.

“Com essa revolução causada pelo Android, os esforços da Motorola puderam ser concentrados em inovação, não em compatibilização de apps e serviços para vários sistemas”.

Afirma José Cardoso, presidente da Motorola Brasil

O sistema também fez parte do sucesso do aplicativos de entregas iFood, conforme explicou o gerente de produto da empresa, Bruno Parizzoto. Segundo ele, o iFood acompanhou de perto o crescimento do sistema operacional e que gostam de trabalhar com parceiros, ferramentas e ecossistemas que ajudam a quebrar barreiras no acesso aos serviços do app. Só no Android, são feitos mais de 650 mil pedidos por dia no aplicativo.

E você? Se lembra do seu primeiro aparelho Android? Não esqueça de deixar seu comentário.

O post Presença do Android no Brasil deixou os smartphones 36% mais baratos, afirma pesquisa apareceu primeiro em Showmetech.

ver Showmetech
#aplicativos
#inovação
#android
#pagseguro
#sistema operacional
#motorola
#influência
#ifood
#dez anos
#movile
#eventos
#evento
#stone
#pesquisa
#google
#unicórnios
#nubank
#android no brasil
#android para todos